OTIF e demais KPI’s logísticos: o que são e como ajudam na prática?

Homem caminhando pelo depósito analisando otif e demais kpi's logísticos
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Atualmente, os dados e informações são os grandes aliados, capazes de diagnosticar o desempenho das empresas em vários aspectos. Alguns dos KPI’s logísticos são o OTIF, OTP, OTD e OTM, leia o artigo para entender tudo sobre eles.

Metrificar é mais do que necessário para entender como a empresa está indo. Sabe quando vamos ao médico e fazemos diversos exames para nos dizer como está nossa saúde? Os dados e informações obtidos através dos números possuem o mesmo objetivo.

Para isso, podemos contar com os chamados de KPI’s logísticos, um dos mais conhecidos é o OTIF. Mas, para fazer essa análise periódica da organização, outras informações como o OTP, OTD e OTM também são muito importantes para metrificar seus resultados e indicar qualidade e nível de serviço.

Para entender mais sobre quais são os KPI’s logísticos importantes, continue acompanhando esse conteúdo até o final!

O que são KPI’s logísticos?

O termo KPI é proveniente da língua inglesa e são as iniciais das palavras Key Performance Indicator, em tradução podemos afirmar que são indicadores chave de desempenho.

Da mesma forma, os KPI’s logísticos são indicadores que informam como está o desempenho de uma empresa do segmento da logística. 

Esses indicadores são importantes porque permitem que a empresa possa gerenciar o negócio de maneira mais clara, entendendo quais pontos estão indo bem ou mal. Podendo visualizar quais pontos não estão performando bem e tomar decisões para deixar os processos mais eficientes e alinhar estratégias visando o melhor resultado.

Afinal, se você tem um resultado de um indicador baixo, provavelmente isso afetará outros resultados da empresa, pois todos os setores devem trabalhar de forma conectada e integrada.

Conheça os 9 motivos para implementar a automação logística na sua empresa ainda hoje!

Agora, vamos entender quais são os KPI’s logísticos que você pode implementar e acompanhar na sua empresa:

OTIF (on time in full)

O OTIF é um indicador bem conhecido dentro do universo logístico, ele busca entender a qualidade das entregas dos produtos ou seja os pedidos perfeitos

O OTIF ou pedidos perfeitos consideram a porcentagem daquele serviço que foi concluído dentro das especificações corretas, no prazo e sem problemas de extravio, perdas, entre outros.

Esse indicador consegue metrificar a capacidade da empresa de fazer entregas eficientes, a de satisfação dos clientes e ainda perceber como os consumidores entendem o nível de serviço que é prestado.

Dessa forma, o On Time da sigla entende os aspectos referente ao prazo e local de entregas correto, enquanto o In Full é sobre a integridade, qualidade e especificações do cliente como quantidade, dimensões, entre outros.   

O OTIF é segmentado nessas duas partes, pois é possível que um pedido seja entregue no prazo (on time), mas não esteja completo (in full). O que ocasiona em custos adicionais para empresa em voltar a realizar aquela entrega, bem como ocasionar frustração e insatisfação nos clientes.

OTP (on time processing)

O indicador OTP  On Time Processing se refere ao tempo total que um pedido leva para ser processado. 

Isso significa que o OTP mede quanto tempo a empresa leva do recebimento do pedido, verificação de disponibilidade, separação dos produtos, envio para expedição e envio para transporte.

Esse indicador é capaz de validar quanto tempo a empresa está levando para dar saída ao pedido. Com isso, se notar que o tempo está maior, pode tomar decisões que aceleram o processo.

Clique aqui para conhecer os principais erros e gargalos logísticos!

OTD (on time delivery)

O OTD é semelhante ao OTIF, no entanto ele não considera as questões de condições, qualidade e erros no produto entregue. Considerando somente as entregas feitas no prazo.

Como citamos anteriormente, você pode entregar os produtos, mas não obedecer algumas questões referente a segurança e bom estado da carga.

Entender quantos porcentos do total das suas entregas estão dentro do prazo, permite que identifique possíveis problemas que podem ocasionar em atrasos, seja no transporte ou no processo.

Esse indicador é primordial para que a empresa consiga entender se está conseguindo cumprir o mínimo que são os prazos, já que o tempo é muito importante para os clientes logísticos.

Perfect order measurement

O Perfect order measurement é um indicador que conta com algumas variações de processos para ser calculado.

Buscando entender quais são as taxas de erros em cada estágio de um pedido, por isso envolve todas as etapas que o mesmo passa. Dessa forma, metrifica os erros por linha de pedido.

Por exemplo, se o pessoal responsável por separar o estoque escolhe um produto e despacha de forma errônea. Quando o cliente receber o produto, verá que não está de acordo com o que ele pediu.

Essas informações de erros – independente de qual – que deve ser quantificada para entender quais erros são mais comuns e com isso, buscar soluções para evitá-los.

Como a tecnologia contribui para entender os KPI’s logísticos?

Todos os KPI’s logísticos que citamos neste artigo são formas de mensurar processos e eficiência de entregas dos pedidos.

Você pode contar com o apoio da tecnologia para que essa coleta de dados seja feita de maneira correta e ágil. Através dessa visualização numérica que os KPI’s logísticos trazem é possível identificar problemas e deficiências em setores ou processos.

Dessa forma, é importante dar atenção, analisar os números e buscar ações estratégicas que possam melhorar os resultados de cada indicador.

Aplicativos logísticos no-code como o desenvolvido pela uMov.me automatizam essa etapa trazendo dashboards prontos com os resultados da empresa.

Vamos a um exemplo, a equipe responsável pelo monitoramento da frota acompanha em tempo real quais entregas já foram concluídas e daquelas que não foram, quais os motivos que a impediram de serem executadas. Com isso, permite que decisões sejam tomadas de maneira imediata.

Essa automatização que ocorre com o auxílio da tecnologia permite que esses dados sejam coletados de maneira segura, gerando uma visualização macro do negócio e identificando os pontos de melhorias necessários.

Dessa forma, permite que a empresa logística seja mais eficiente, reduzindo custos com problemas relacionados a multas, não cumprimento de prazos e condições e tenha mais produtividade.

Quer saber mais como um aplicativo logístico pode ajudar sua empresa? Converse com especialistas e entenda como se tornar mais competitivo com o uso de tecnologia.

 

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

confira mais conteúdos!

vamos conversar?

Preencha os dados abaixo e entenda os benefícios de um aplicativo customizado para seu negócio.

grarfismo_home