Gargalos Logísticos: o que são e como evitar

Gargalos logísticos
Gargalos logísticos
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Empresas de um mesmo segmento, muitas vezes, enfrentam as mesmas dificuldades. Fizemos um levantamento de quais são os gargalos logísticos mais comuns. Saiba como evitá-los na sua empresa.

Geralmente, empresas do mesmo segmento enfrentam problemas semelhantes em suas gestões, processos e tarefas executadas no dia a dia.

Gargalos e problemas de gestão são bem comuns em empresas. No entanto, a logística, de forma geral, possui muitas especificidades que são únicas do setor. Com isso, os dilemas deste segmento se tornam únicos e merecem um tempo para estudo.

Por isso, anote todos os gargalos que você observar que são semelhantes às suas dificuldades e que também estão presentes na realidade da sua empresa e, logo após, indicaremos como você pode solucioná-los.

O que são gargalos logísticos

Quando falamos em gargalos, estamos nos referindo em metáfora, a um “buraco” na gestão de processos ou em tarefas executadas diariamente.

Para ficar mais fácil de visualizar, imagine que possuímos um balde e que a água que está sendo colocada nele são os esforços da empresa. No entanto, esse mesmo balde que deveria acumular todas as atividades e processos executados, possui um furo. Com isso, boa parte da água vai embora.

Esse é o conceito de gargalos, esforços que se perdem por algum motivo que podem estar relacionados a setores, erros de gestão, erros humanos, ausência de competência e, até mesmo, falta de auxílios tecnológicos.

Vamos a uma explicação ilustrada do livro A Meta de Eliyahu M. Goldratt e Jeff Cox de 1984?

Como na história apresentada, a atuação do gestor da empresa deve ser cirúrgica quando o assunto são os gargalos. É preciso identificar o ponto de falha e solucioná-lo.

Essa representação serve para entendermos qualquer tipo de gargalo, mas quando falamos de gargalos logísticos especificamente, estamos nos referindo a problemas recorrentes que são comuns a este mercado.

Como já citamos em outros artigos, a logística possui especificidades únicas da área, que vão além do “simples” transporte de cargas, produtos e insumos. Contudo, por ter diversas etapas e processos, erros constantes são prejudiciais para o negócio, gerando multas, atrasos e, até mesmo, quebras de contratos.

Por isso, se torna cada vez mais importante identificar esses gargalos logísticos para que você pare de perder dinheiro e possa aumentar sua produtividade.

Quais os principais gargalos logísticos?

Para facilitar o encontro do seu possível gargalo logístico, vamos citar alguns dos problemas recorrentes mais comuns das empresas de logística. 

E vamos de uma dica: essa é a hora de pegar o papel e a caneta, anotar qual o processo que é executado em cada uma das categorias e tentar encontrar onde você possui um gargalo. 

Pode até ser que você não encontre nenhum gargalo em determinados momentos, mas então vale buscar pontos de melhorias contínuas que poderia implementar.

Treinamento de funcionários

A primeira pergunta é: você investe em treinamento dos seus funcionários?

Se não investe, você ao menos abre espaço para que eles possam fazer cursos e capacitações? Ou você pensa que investir em treinamentos e capacitações para seus funcionários é um “custo” e que não vale a pena?

Pensa que não irá investir em uma pessoa que em um futuro próximo não estará mais na sua empresa? Quero te contar que nesse caso especificamente, se você acredita que o funcionário não irá ficar, é porque precisa entender um pouco mais sobre planos de carreira e benefícios que poderia oferecer para reter talentos e bons profissionais.

Quando você investe em treinamento e desenvolvimento para seus funcionários, você está gerando a possibilidade de melhorar seus processos, tarefas e execuções que interferem diretamente no dia a dia da sua empresa. Bem como, tende a lhe trazer bons resultados a longo prazo.

Essa é uma forma de investir na sua própria empresa, assim como comprar um equipamento que vai ajudar a melhorar sua produtividade e até mesmo, reduzir seus custos operacionais. A grande diferença é que aqui você está investindo em pessoas.

Entretanto, por que esse é um gargalo? Porque são poucas empresas logísticas que investem em seus funcionários. Esquecem que são os recursos humanos que fazem a empresa andar, atingir metas e objetivos. Se colocarmos apenas máquinas e equipamentos, nada funciona sozinho, não é mesmo?

Vamos a um exemplo. Falando especificamente sobre os motoristas que são os responsáveis pela execução do transporte. Você orienta seus motoristas sobre boas práticas no trânsito e sobre meta de combustível?

Por exemplo, conforme o “pé do motorista” for mais pesado ou não, isso pode interferir nos seus custos com diesel. O treinamento auxilia nessas situações, a passar orientações e boas práticas que a longo prazo se tornam benéficas a empresa. 

Além do fato de que o treinamento com esse tipo de profissional pode aumentar a segurança e contribuir para a diminuição de acidentes. 

Você pode encontrar cursos ou buscar empresas especializadas em treinamentos e desenvolvimento. Com isso, você pode aumentar sua produtividade, o engajamento dos seus funcionários e, consequentemente, obtém resultados melhores.

Processos Manuais

Você saberia me dizer agora onde está sua frota? Quantas entregas precisam ser realizadas no dia de hoje? Neste horário, sabe quantas já foram feitas? Quais que não serão entregues e o motivo do atraso?

Se você não tem essas informações, já está na sua frente um gargalo logístico. Acontece que em muitas empresas ainda é comum ver o uso do famoso “caderninho” para tomar nota de alguns dados e informações da empresa. Já em outros casos, é comum o uso da planilha de excel para registrar os números.

Ainda com o uso do excel sendo mais eficiente, rápido e possibilitando o cruzamento de alguns dados, você sabe qual o problema de ambos os métodos?

Tanto o caderninho como o excel dependem que uma pessoa escreva ou digite as informações corretas. Pode parecer besteira, mas um número errado pode comprometer a credibilidade da informação e direcionar ações de maneira errônea.

Outro exemplo, são as roteirizações ainda feitas de maneira manual que, dependendo como são feitas e por não considerarem questões como o que está acontecendo na hora, podem atrasar entregas, fazer o motorista percorrer mais quilômetros e aumentar os custos com combustível.

A coleta de evidência é também um grande gargalo. Como registrar o extravio de produtos? Evitar a perda de canhotos com assinaturas? Todos esses processos manuais aumentam significativamente os erros, por isso ter pontos de controle auxiliam a ter uma gestão melhor.

Hoje em dia, muitas empresas já contam com aplicativos logísticos para abandonar de uma vez por todas esses processos manuais e ter mais produtividade e menos custos.

Gestão de Estoque

O controle do estoque é algo crucial para o bom funcionamento de qualquer negócio. Sem estoque o suficiente, você pode perder clientes e tendo a mais, você prejudica seu fluxo de caixa. Afinal, estoque é dinheiro parado.

Portanto, a gestão de estoque pode ser um calo no seu pé e um gargalo logístico, se não for eficiente.

Como sabemos, a logística lida diretamente com prazos (e que geralmente são apertados) de entregas que devem ser cumpridos. Muitas vezes, a entrega de produtos incorretos que não são conferidos na saída do armazém ou ausência dos mesmos, pode comprometer o relacionamento com seu cliente.

E ainda, gerar mais custos, pois uma nova entrega deverá ser feita para corrigir o problema. Portanto, é importante possuir processos bem organizados de gestão de estoque para que não ocorram atrasos e erros.

Área Fiscal e Judicial

É comum que os contratos com empresas de logística possuam diversas cláusulas que, em determinadas situações, obrigam o pagamento de multas. 

Saber como se prevenir pode fazer com que sua empresa se torne ainda mais competitiva e deixe de perder uma boa parte dos seus lucros. Isso aconteceu com a Transportadora Plimor, que pôde reverter esse gargalo.

Entenda como a Transportadora Plimor economizou meio milhão evitando um gargalo logístico!

Para evitar problemas como esse e ter conhecimento de todas as etapas do processo, como a localização da mercadoria e coleta de evidências (assinaturas, fotos etc), investir em tecnologia pode ser a solução.

Também existem consultores específicos da área fiscal que podem auxiliar sua empresa nesse sentido.

app logístico

Como evitar gargalos logísticos?

Antes de pensar em evitar os gargalos da sua empresa logística, primeiro você precisa identificá-los. Isso é feito a partir de um diagnóstico da operação.

Sendo assim, é preciso validar todos os pontos de cada etapa e processo executado. Após, verifique se sua estrutura de equipamentos, máquinas e recursos humanos está adequada para atender bem sua operação.

A partir disso, você precisa buscar alternativas para resolver o gargalo logístico, através da automatização, mudando processos, trocando pessoas para tornar a área/processo mais eficiente e com autonomia.

Seu objetivo precisa ter padrão e homogeneidade em todos os processos. Ciente de que independe de funcionário, cliente ou outras variáveis a tarefa será executada da mesma forma.

Para atingir esse objetivo é necessário contar com softwares e tecnologia como a Plataforma no-code da uMov.me que desenvolve um aplicativo logístico personalizado. Hoje em dia, investir em aplicativos e sistemas deixaram de ser um diferencial e se tornou uma obrigação para quem busca ter mais competitividade. 

Como ficou bem claro, os gargalos são pontos da empresa que comprometem a produtividade da logística e, consequentemente, aumentam seus custos com operação. Os aplicativos são grande aliados para minimizar os erros de processos e manter o padrão.

Contar com um checklist de verificações dos veículos, coletar evidências de recebimento através de fotos e assinaturas digitais e saber em tempo real onde sua frota agora faz toda a diferença. Além disso, todo esse monitoramento que os aplicativos garantem gera informações que auxiliam na tomada de decisões. Tudo isso auxilia você a evitar os principais gargalos logísticos que impedem sua empresa ser mais produtiva.

Considerações

Os gargalos logísticos existem e você pode estar lidando com um deles sem saber. Busque métodos eficientes de analisar e validar seus processos, do mais importante ao menos importante (se é que existe algum menos importante, não é?). 

A ideia é justamente encontrar erros e problemas que estão te prejudicando. Pense como você pode padronizá-lo e use recursos tecnológicos disponíveis no mercado para “fechar o gargalo” de uma vez por todas.

Quer saber mais como a u.Mov.me ajuda empresas do setor logístico? Solicite uma demonstração gratuita para saber mais!

Fique atento também nos novos conteúdos no nosso canal do YouTube. Esperamos por você!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Agende uma Demonstração Gratuita

Preencha os dados abaixo e confira como será o aplicativo da sua empresa.

dashboard-gerencial-app-umovme