Varejo 4.0: saiba o que é, os benefícios e as principais tecnologias

Varejo 4.0 entenda tudo sobre
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Apostar na inovação e na eficiência das novas tecnologias é o primeiro passo para mudar as estratégias do seu negócio e entregar mais qualidade ao cliente. Conheça o varejo 4.0, a transformação que sua empresa precisa!

Os avanços tecnológicos e o atual cenário socioeconômico impactaram diretamente a vida das pessoas, mudando seus gostos, costumes, preferências e, principalmente, sua forma de comunicação. 

Hoje, as empresas precisam se adequar à transformação digital e garantir a fidelidade e a satisfação dos consumidores, que, neste contexto, seguem sendo o centro das atenções no mercado. 

Essa nova era fortalece a competitividade e aumenta as possibilidades de inovar no seu negócio. Foi o que aconteceu com o varejo, que se baseando nos avanços tecnológicos, apostou em um novo modelo. 

Com o apoio de novas tecnologias e uma gestão comprometida com os resultados, surge o varejo 4.0, modelo que integra o mundo digital com o real. Ainda não ouviu falar nesta nova era? Continue a leitura que nós te explicamos!

Varejo 4.0: o conceito

Varejo 4.0A partir da adaptação de inovações tecnológicas e do relacionamento com os consumidores, o varejo 4.0 é um conceito que chegou para mudar a proposta de valor do seu negócio e estabelecer um diferencial competitivo no mercado.  

Para pensar o conceito de varejo 4.0, é preciso refletir sobre a evolução do termo.

O conceito surgiu no início da industrialização, com os primeiros supermercados de autosserviço, onde os clientes eram responsáveis por escolher suas próprias mercadorias e o foco era totalmente voltado ao produto.

Assim, foi a era do varejo 1.0! Veja a seguir as evoluções do termo:

Varejo 2.0

Surge a partir do desenvolvimento do mercado e crescimento da concorrência, com os hipermercados, que passaram a ofertar tudo para os clientes. Desde alimentação a roupas e produtos de higiene.

Aqui, o foco estava no relacionamento com o consumidor, que já buscava mais do que o menor preço para aquisição de produtos. 

Varejo 3.0

Com a popularização da internet, em 1990, começaram a surgir os primeiros e-commerces e, com isso, a consolidação de um comércio focado nos valores e na cultura. 

Com esse conceito, o ponto de venda (PDV) evoluiu para o ponto de relacionamento, onde os clientes agregam valores uns aos outros. 

Varejo 4.0 

Nesse contexto, nos deparamos hoje com a nova era varejista, que utiliza as tecnologias para melhorar a comunicação com os clientes, agilizar a coleta de informações do público e, assim, entender melhor suas preferências.

Atualmente, a internet permite que o consumidor adquira produtos a qualquer hora, de qualquer lugar e as tecnologias utilizadas pelo varejo 4.0 facilitam as buscas e o PDV auxilia nas experiências.  

O novo mercado varejista digital

O novo modelo de varejo concilia as tecnologias e as experiências pessoais dos consumidores, utilizando estratégias capazes de identificar os seus interesses e melhorar o relacionamento do comércio com os clientes. 

Com a chegada da transformação digital, não teria como o mercado varejista ficar de fora desse processo. Afinal, para se manter na ativa, o negócio precisa se adaptar de acordo com os novos hábitos e gostos dos consumidores. 

Neste conceito, o mais importante é conhecer os clientes, saber suas demandas e preferências, e, principalmente, se adaptar a um cenário de tantas possibilidades e inovações tecnológicas. 

No varejo 4.0, estratégias tradicionais e tecnologia se misturam para gerar vínculos sociais e emocionais com os clientes. 

Continue a leitura e fique por dentro dos principais benefícios dessa nova era do mercado! 

Principais benefícios 

Atendimento, relacionamento com o cliente, agilidade e praticidade, integração, organização da cadeia de suprimentos e previsão orçamentária. Esses são alguns dos principais benefícios dessa digitalização.

Com o varejo 4.0, os negócios ganham uma grande aliada: a tecnologia. Confira os principais benefícios de se implantar essa nova estratégia no comércio.

varejo 4.01) Relacionamento com o cliente 

É muito importante segmentar anúncios e ofertas, de acordo com o perfil de interesse dos compradores. A coleta de dados é fundamental neste ponto.

Assim, a comunicação e relação com o cliente melhoram ainda mais. 

2) Atendimento ao cliente

O atendimento é um dos critérios que mais pesam na escolha do consumidor, por isso, em um mercado cada vez mais competitivo, um atendimento de qualidade do início ao fim da compra influencia diretamente na fidelização do cliente.

Com o apoio da tecnologia que o varejo 4.0 demanda, o atendimento fica mais personalizado e ganha em qualidade.

3) Agilidade e praticidade

Por meio do autoatendimento, uma das possibilidades tecnológicas do varejo 4.0, é possível viabilizar a compra de pequenos volumes e reduzir custos com operadores de caixa.

Neste modelo, o próprio consumidor registra e paga os produtos comprados. Esse é um excelente método para diminuir a desistência de compras por conta de filas em lojas físicas.

4) Integração loja física e e-commerce

trade marketing varejo 4.0É importante estar preparado para atender os compradores com a mesma qualidade e eficiência em todos os ambientes, tanto no e-commerce quanto no varejo tradicional. Para isso, os sistemas digitais que integram a loja física e o e-commerce são fundamentais.

Ou seja, no varejo 4.0, os limites entre o comércio presencial ou virtual ficam difusos.

Além disso, também é preciso entender que o cliente pode realizar uma compra online e optar por retirar no ponto de venda, sem ter que esperar pelo tempo de frete e podendo averiguar o produto antes de levar para casa.

Essa proposta já é colocada em prática, por exemplo, pela Panvel Farmácias. No webinário promovido pela iniciativa Next Log, Tiago Henrique Souto, Gerente Executivo de E-commerce, Digital, Marketplace, Logística de Varejo, CX e Omnichannel do Grupo Dimed, compartilhou essa experiência, confira!

5) Fluxo de caixa e previsão orçamentária 

Através de soluções tecnológicas alinhadas ao varejo 4.0, é possível estabelecer uma previsão de vendas e lançamentos operacionais, definir custos de logística, impostos, incidentes de vendas, entre outros.

Ter uma gestão financeira periódica é fundamental para o sucesso dos negócios. Com auxílio de um aplicativo de vendas, por exemplo, essa tarefa é mais fácil. Um dos seus recursos é a geração de relatórios personalizados que ajudam na tomada de decisão mais assertiva.

Desafios do varejo 4.0

Na medida em que aumenta o uso de tecnologias nas empresas, novos riscos surgem e esse, com certeza, é um dos desafios do varejo 4.0: manter os negócios seguros no meio digital.

Ataques cibernéticos e vazamento de dados, por exemplo, podem ser evitados. Mas, se isso não acontecer, a integridade e a economia de sua empresa correrão risco de serem prejudicadas. 

A adaptação às tecnologias necessárias e o gerenciamento dos negócios também são alguns desafios a se encarar, pois um bom gerenciamento e a sua devida adaptabilidade são capazes de garantir bons resultados. 

Nesse contexto, um dos maiores desafios é vencer o medo de inovar. Tirando os métodos engessados e repetitivos da sua rotina, você agrega mais valor e desperta ainda mais o interesse da clientela!

Por fim, para vivenciar o varejo 4.0 de forma plena e eficiente, é necessário encontrar tecnologias que ajudem o seu negócio a entrar para este novo modelo de mercado. Que soluções são essas? Vamos comentar sobre algumas delas a seguir.

Conheça as tecnologia para gerar experiências 

Através de ferramentas como aplicativos, dispositivos inteligentes e plataformas web, o varejo 4.0 opera de forma geolocalizada e contextualizada, permitindo que você trace perfis de clientes e conheça seus comportamentos e interesses. 

Dessa forma, cada experiência de compra, seja online ou em loja física, se torna um evento único e personalizado. 

Uso da tecnologia no varejo 4.0

No varejo 4.0, a tecnologia desempenha um papel fundamental para o desenvolvimento da estratégia de negócios: desde coleta e análise de dados, até viabilizar determinadas entregas.

Abaixo, listamos algumas ferramentas que facilitam a vida do consumidor e geram benefícios às empresas. Confira! 

Big data e Inteligência Artificial

Todos os dados gerados a partir de pesquisas, interações e informações fornecidas pelos consumidores, se analisados corretamente, podem aumentar as vendas e garantir a fidelização dos clientes. 

Nesse sentido, o big data é capaz de analisar os dados fornecidos e descobrir as preferências dos consumidores, prever demandas, verificar os produtos mais vendidos e, assim, auxiliar na gestão de estoque, por exemplo. 

Já a inteligência artificial, possibilita que o varejo 4.0 ofereça ao cliente os produtos que ele deseja no momento em que mais precisa, superando o obstáculo do e-commerce e da loja física.

Além de oferecer experiências mais personalizadas e, consequentemente, aumentar a satisfação na compra, a inteligência artificial permite que gestores entendam melhor o próprio mercado e seu público-alvo, se antecipem no planejamento e otimizem a escolha de estoque.

Omnichannel 

Essa estratégia interliga diferentes canais de comunicação e vendas no varejo 4.0, estreitando a relação on e offline e, assim, melhorando a experiência do cliente.

Em outras palavras, é a possibilidade de fazer com que o consumidor não veja diferença entre a marca no online e no offline.

Num contexto omnichannel, os clientes conseguem contato com a empresa através de diferentes meios e podem solicitar mais informações sobre um determinado produto e prová-lo na loja física.

CRM (Customer Relationship Management)

A Gestão de Relacionamento com o Cliente, o CRM em português, se refere ao conjunto de práticas, estratégias de negócio e tecnologias focadas no relacionamento com o cliente.

Ainda, com essa gestão é possível monitorar o funil de vendas, antecipar necessidades e desejos, otimizar a rentabilidade, aumentar as vendas e personalizar campanhas de captação de novos clientes.

Agora que você já sabe o que é e como funciona o varejo 4.0, bem como sua importância para o comércio atual, veja como aplicá-lo ao seu negócio. 

Como aplicar o conceito de varejo 4.0 ao meu negócio?

Para colocar em prática o varejo 4.0 no seu comércio, é preciso entender que tanto a loja física quanto o e-commerce são importantes no cenário atual.

Atualmente, o consumidor quer ser reconhecido, valorizado, acolhido, ter transparência e interagir com a marca da qual está comprando. Por isso, captar dados, com o consentimento dos clientes, e analisá-los de forma correta significa estar alinhado com as novas formas de consumo. 

Pois bem, para se incluir no mundo do varejo 4.0, você precisa, antes de tudo, acreditar na inovação e na capacidade de influência dos clientes. Colocá-los no centro da sua estratégia é um consenso entre os especialistas. 

Confira algumas estratégias para interagir diretamente com o seu público e, assim, aprimorar a gestão do seu negócio: 

  • ofereça wi-fi de graça na loja e solicite um breve cadastro em troca do acesso; 
  • invista em comunicação nas redes sociais, com agilidade para responder aos clientes;
  • utilize Big Data para mapear o comportamento dos consumidores;
  • implemente câmeras com sensores de calor para mapear o fluxo dos clientes;
  • utilize aplicativos de geolocalização; 
  • utilize um software de gestão para melhorar o atendimento e as vendas; e
  • invista em realidade aumentada para melhorar as experiências dos clientes.  

Leia também sobre a importância da reputação corporativa no dia a dia dos negócios!

Considerações sobre varejo 4.0

A sobrevivência e o sucesso do seu negócio dependem, entre outros fatores, do seu poder de personalização do atendimento ao cliente, de uma gestão mais eficiente e da análise de dados. Tudo isso pode ser conquistado com auxílio da tecnologia.

Quando falamos em varejo 4.0, essa realidade de mercado só é possível com recursos tecnológicos. Estar alinhado a esse novo conceito pode ser um diferencial competitivo para a sua marca. 

No varejo, especialmente, em que a disputa pela atenção do consumidor é cada vez mais acirrada, recursos mais eficazes e inteligentes se tornam necessários. Isso inclui soluções para melhorar a força de vendas, as estratégias de trade marketing, a prestação de serviços aos clientes e a operação logística, por exemplo.

Quer saber mais sobre o impacto da tecnologia no mercado? Continue acompanhando o nosso blog e confira também o canal da uMov.me no YouTube!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

confira mais conteúdos!

vamos conversar?

Preencha os dados abaixo e entenda os benefícios de um aplicativo customizado para seu negócio.

grarfismo_home