As soluções para digitalização das pequenas empresas

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Webinário exclusivo da uMov.me em parceria com Sebrae RS discutiu a digitalização nas pequenas empresas. Confira!

Transformação Digital é só para grandes empresas? Posso começar com baixo ou nenhum investimento? Que tipo de benefícios a transformação digital pode trazer? Quais ferramentas podem ser utilizadas?

Estas são algumas das dúvidas sobre digitalização das pequenas empresas que o webinário da uMov.me em parceria com o Sebrae RS abordou.

Neste texto você verá todos os detalhes sobre o evento. Confira!

4 destaques sobre digitalização das pequenas empresas

O evento virtual aconteceu no dia 25 de março de 2021 e contou com a presença de Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me; Giovani de Zorzi, CEO da Moderniza Group e João Antônio Pinheiro Neto, Gestor de Projetos do Sebrae RS.

Durante o bate papo, os três participantes selecionaram alguns assuntos pertinentes sobre transformação digital dos pequenos negócios. 

Vale aqui o destaque para uma citação de Zorzi, que seu professor na Columbia Business School, David Rogers, disse sobre o tema:

“Temos que ter ciência que a transformação digital é uma questão estratégica, acima de ser uma questão de tecnologia”.

Confira os destaques do evento:

1) O impacto do comportamento geracional nos negócios

A colaboração entre as gerações pode favorecer o seu negócio, já que as novas estão ocupando cada vez mais espaço no mercado de trabalho.

Quando perguntado sobre a diferença das empresas que estão passando por uma transformação digital para as empresas que já nasceram inseridas nesse contexto, Alexandre Trevisan traz o seguinte insight:

“Quanto maior for a geração, maior talvez seja o esforço que essa pessoa vai ter que se adaptar para conseguir falar aquela linguagem que o nascido digital já faz automático. E essa mesma analogia se estabelece quando falamos de uma empresa”

De acordo com ele, “nascer digital” quer dizer que o negócio tem a mentalidade das novas gerações, como uma presença digital maior que a estrutura física, por exemplo.

Trevisan explica que o processo inverso, quando aquele negócio tradicional estabelecido para atender o público local de forma física, precisará de mais dedicação para se tornar autoridade no digital.

“O esforço que ele vai ter que fazer para sair daquele posicionamento físico, para construir uma presença digital, para criar um canal de comunicação com o cliente e para mudar a visão de potencial de mercado, isso tem uma trajetória.”

2) A transformação digital no pequeno negócio

Se você está se perguntando “por onde começar?”, chegou no tópico certo. 

E a resposta é simples: pelos líderes. Trevisan e Zorzi afirmam que a transformação digital precisa acontecer primeiro nas pessoas que lideram os times do que propriamente na empresa.

Zorzi diz que as empresas podem começar devagar, entendendo que “a transformação dentro das empresas, principalmente as pequenas, tem que começar no topo, com a gerência ou dono do negócio”.

Já Trevisan menciona o processo de digitalização de empresas:

“Não adianta o líder imaginar que ele pode transformar o negócio tradicional dele para um negócio digital se ele não estiver, como pessoa física, disposto a se digitalizar e adotar um comportamento naturalmente digital”, diz ele.

Ou seja, essa é uma mudança necessária não só de comportamento, mas também cultural nas equipes – o que torna o líder uma peça cada vez mais relevante para a transformação digital nas empresas.

Giovani contribui, afirmando que “não adianta a liderança achar que contratar pessoas ou uma consultoria ou um funcionário, se a pessoa que tem a decisão na mão não participar ativamente”.

“A capacidade de liderança no processo de transformação cabe ao líder entender que ele precisa se transformar para que ele possa levar essa transformação para a companhia que ele lidera”, destaca Trevisan.

3) A digitalização para atrair e conectar empresa com seus clientes

Com novas formas de consumo, o relacionamento com o cliente se torna imprescindível. As ferramentas digitais podem ser a aliada necessária para auxiliar o pequeno negócio na atração e retenção de clientes.

Trevisan aponta que o olhar do empresário precisa estar voltado para “seus processos de venda, de entrega, suas interações com seus clientes e fornecedores e entender o quanto daquilo pode ser digitalizado ou pode ser automatizado através do uso das ferramentas”.

Ele ainda aponta a importância da presença digital para um negócio de pequeno porte:

“Para que você consiga entregar um serviço de qualidade, você precisa de ferramentas e estar digitalizado. Independente se você for um varejo ou ter uma presença física tradicional ou um processo de relacionamento com o cliente 100% digital – o processo de digitalização tem que se estabelecer nos dois lados.”

4) O efeito da pandemia para a digitalização dos pequenos negócios

O comportamento do consumidor se modifica em tempos incertos, como uma crise econômica e sanitária, por exemplo. Nesses casos, é importante que as empresas reavaliem seus produtos, serviços e experiências com os clientes.

O contexto da pandemia causada pelo Covid-19 é o seguinte: a um clique de distância do seu produto ou serviço preferido, os consumidores (inconscientemente) forçaram negócios a mudar a forma de se relacionar com seus públicos, como clientes, fornecedores, colaboradores e etc.

De acordo com pesquisa “Me, my life, my wallet”, conduzida pela KPMG, 94% dos brasileiros que mudaram seus comportamentos de compras durante a pandemia, a maioria pretende continuar usando sites de e-commerce ou marketplaces no futuro.

Isso significa que apenas vender digitalmente não é o suficiente, é preciso “entregar um produto diferenciado, um propósito em relação aquilo que eu estou levando”, segundo Trevisan.

Essa fala é comprovada pela mesma pesquisa citada acima, que aponta que 80% dos consumidores preferem comprar de marcas cujas ações se alinham com suas crenças e valores.

Ou seja, a criação de vínculos gera uma fidelização que vai durar não apenas durante a pandemia, mas sim uma entrega de valor permanente. Trevisan analisa que:

“A grande oportunidade para as empresas pequenas hoje é criar vínculos reais. E esse, por sua vez, é o grande desafio do grande [negócio]”.

Por fim, Zorzi deixa um recado para empreendedores de pequenos negócios

“Nós, como empreendedores, precisamos ter força e criatividade. Nós conhecemos o nosso negócio e cliente, e nós somos fortes e podemos sobreviver e aproveitar essa oportunidade para sair daqui melhor”.

Conheça um pouco mais sobre os profissionais que participaram do webinário

Alexandre Trevisan | CEO uMov.me

As soluções para digitalização das pequenas empresas 1

Empreendedor desde os 18 anos, apaixonado por inovação e pelo poder transformador da tecnologia na vida das pessoas. Graduado e pós-graduado em Ciências da Computação pelo II/UFRGS. Sócio fundador de empresas nos segmentos de tecnologia, varejo, distribuição e importação. Em 2011 lançou a uMov.me, primeira plataforma no-code para criação de aplicativos B2B nacional e em 2018 lançou uMov.me Arena, rede de inovação social pensada para a era do conhecimento com o objetivo de articular a construção de conexões relevantes e o compartilhamento de conteúdo genuíno.

Giovani de Zorzi | CEO Moderniza Group

As soluções para digitalização das pequenas empresas 2

Empresário experiente com um histórico comprovado de trabalho na indústria de software. Responsável pela implementação de empresas multinacionais de tecnologia no Brasil. Forte experiência profissional em desenvolvimento de negócios, gerenciamento de vendas, gerenciamento de produtos, parceiros de canal e vendas de soluções, Administrador de Empresas com mais de 20 anos de experiência em transformação digital para varejo e logística, Pós-raduando pelo instituto Emeritus, em colaboração com Columbia Business School e MIT, CEO da Moderniza Group.​ 

João Antônio Pinheiro Neto (mediador) | Gestor de Projetos Sebrae RS

As soluções para digitalização das pequenas empresas 3

Bacharel em Comunicação e Especialista em Gestão Estratégica de Negócios pela PUC/RS.

Atua como gestor de projetos para Economia Digital no SEBRAE/RS, gestor do Programa StartupRS Digital, StartupRS Scale e StartupRS Agritech, além de projetos de articulação para desenvolvimento de ecossistemas de inovação.

 

As soluções para digitalização das pequenas empresas 4

Quer saber quando o próximo evento será realizado? Acesse o site da uMov.me Arena para mais informações!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

confira mais conteúdos!

vamos conversar?

Preencha os dados abaixo e entenda os benefícios de um aplicativo customizado para seu negócio.

grarfismo_home