5 princípios da gestão 4.0 e como implementá-la no seu negócio

Uma nova forma de gerenciar as empresas, automatizando processos e priorizando a experiência do cliente. Descubra tudo sobre a gestão 4.0 e como aderi-la ao seu negócio!

Que o sucesso de um negócio depende diretamente da forma como ele é gerido não é novidade. Mas qual o impacto da tecnologia nesse modelo de gestão?

Em se tratando de gestão 4.0, a resposta é: impacto total.

Essa modalidade de administração de empresas tornou-se essencial para a manutenção e o crescimento dos negócios na era digital, oferecendo diversos benefícios, desde o funcionamento interno até o posicionamento no mercado.

Mas você sabe o que é a gestão 4.0 e como implementá-la no seu negócio?

Mas afinal, o que é gestão 4.0?

Movida pelo impacto da transformação digital no mercado e as mudanças na maneira de produzir e consumir, a gestão 4.0 é uma nova forma de administrar os negócios, mais focada nas expectativas e experiências do cliente.

A tecnologia é um ponto chave dessa nova modalidade de gestão, pois é a partir dela que a produção passa a ser automatizada e os processos tornam-se virtuais, criando ciclos mais rápidos e eficientes nas organizações.

Com isso, a atenção dos gestores pode ser mais direcionada aos clientes e à motivação da equipe, além de atividades estratégicas para alavancar a empresa.

Confira quais são as soluções para digitalização das pequenas empresas

Para entender a gestão 4.0, é preciso compreender seu contexto

A gestão 4.0 é conhecida como uma resposta à Indústria 4.0 que, por sua vez, integra a Quarta Revolução Industrial, movimento ligado à convergência de tecnologias e seu impacto, como a união entre o mundo off-line e on-line.

São elas: internet banda larga, inteligência artificial, big data, internet das coisas, computação na nuvem, robótica, entre outras.

A Indústria 4.0 nas empresas, através de softwares e sistemas de gestão e controle, permitiu mais produtividade e diminuição dos custos, produzindo aquilo que é a maior riqueza da atualidade: dados.

Os dados contribuem para que os gestores tomem decisões mais ágeis e assertivas

Ao coletar essas informações é possível não apenas analisar com mais embasamento a performance do negócio, mas também compartilhá-las com a equipe e construir novas estratégias e melhorias.

Modernizando o funcionamento das empresas e tendo mais acesso aos indicadores de comportamento dos consumidores, tornou-se necessário transformar também os padrões de gerenciamento para acompanhar essas mudanças. Surge, então, a gestão 4.0!

Cultura data driven: a importância dos dados para o seu negócio

Princípios da gestão 4.0: os 5 pilares mais importantes

O principal objetivo desse novo modelo de gestão é construir um gerenciamento inovador que possibilite mais eficácia, rapidez e precisão nos processos.

A gestão 4.0 ainda modifica o papel dos gestores e as suas relações com os colaboradores, que devem ser motivados a proporcionar a melhor experiência possível para os clientes.

Para tudo isso ser posto em prática, é preciso ter em mente alguns princípios da gestão 4.0:

1) Cliente no centro

Essa é a premissa básica da nova maneira de gerir um negócio: o cliente deve estar no centro de todas as estratégias. É preciso conhecê-lo, entender as suas necessidades, avaliar a forma como se comporta e como consome.

Com a Indústria 4.0, os consumidores passaram a ter muito mais acesso às informações das empresas e a novos mercados, o que diminuiu a sua fidelidade a uma determinada marca.

Agora, grande parte das decisões de compra vem de experiências compartilhadas por outros clientes, principalmente através das redes sociais.

Portanto, é mais do que nunca essencial proporcionar uma jornada de compra satisfatória para conquistar o consumidor e o seu feedback, que tem o poder de qualificar o produto ou serviço e influenciar na decisão de futuros clientes.

Veja como fazer a gestão eficiente da carteira de clientes

2) Novos canais de comunicação

Colocando o cliente no centro e avaliando seu comportamento, fica mais fácil entender como e por onde ele se comunica.

Essas informações são fundamentais para se aproximar do consumidor e permitir o contato através do canal que for da sua preferência. Por isso, um dos pilares da gestão 4.0 é ser multicanal – vale apostar em redes sociais, telefone, e-mail, chatbot, lojas físicas, etc.

O importante é atender as expectativas do cliente e ter uma plataforma de comunicação direta por onde seja possível obter feedbacks para o constante aperfeiçoamento das táticas do negócio.

3) Dados, muitos dados!

Com o uso da tecnologia, é possível registrar e armazenar dados em tempo real. E eles estão por todos os lugares: nos sistemas, nas redes sociais, site, questionários e até nos dados cadastrais.

No entanto, os dados só se tornam valiosos quando analisados e cruzados, pois permitem uma visão mais apurada da situação da empresa e a criação de ações táticas e direcionadas.

Através da análise de informações, também é possível delinear com mais clareza o real perfil do consumidor da marca e, consequentemente, segmentar campanhas e estratégias, obtendo resultados mais expressivos com menos gastos.

4) Automação de processos

A automação está relacionada à virtualização dos processos, uma forma de utilizar a tecnologia para deixar os fluxos da empresa cada vez menos manuais. Dessa forma, a análise de dados em tempo real torna-se viável.

Os benefícios da automação incluem a otimização dos processos internos, maximização da produtividade, diminuição do retrabalho, melhoria no atendimento e mais segurança das informações.

Muitos gestores acreditam que automatizar tarefas é um procedimento muito distante da sua realidade pelo valor do investimento ou falta de recursos tecnológicos.

Contudo, atualmente, há diversas ferramentas acessíveis e de fácil implementação no mercado, como é o caso dos aplicativos de gestão.

Seja para controlar as operações logísticas, para potencializar a força de vendas, gerenciar as estratégias de trade marketing ou organizar a gestão de serviços, por exemplo, os aplicativos são soluções tecnológicas facilmente adaptáveis ao porte e segmento de cada negócio.

Eles possibilitam essa automação dos processos, digitalizando e padronizando a rotina das equipes externas e registrando dados e métricas em tempo real para futuras análises pelos gestores.

Automação de processos: torne sua operação em campo ainda mais eficiente

5) Integração dos setores

A gestão 4.0 prioriza a interligação do fluxo de operações com o propósito de padronizar os processos e fortalecer a cultura organizacional.

Promover um ambiente de trabalho colaborativo com reuniões periódicas com todos os setores para apresentar resultados facilita a integração e melhora a comunicação interna da empresa.

Esse movimento ainda é capaz de aumentar a conexão entre as equipes e o sentimento de valorização por parte dos colaboradores.

O impacto da gestão 4.0 no seu negócio

Agora que os princípios da gestão 4.0 já estão claros, chegou a hora de entender melhor quais são os impactos positivos de aderi-la às empresas.

Estratégia como prioridade

Ao implementar os pilares anteriormente citados, os gestores ganham tempo para focar em atividades mais estratégicas que agreguem valor à companhia, aumentando a competitividade do negócio perante à concorrência.

Atendimento de qualidade

Além disso, oferecendo um atendimento de maior qualidade ao cliente, a organização ganha destaque no mercado e os lucros passam a aumentar.

Alta performance do time

Ao otimizar o tempo e automatizar os processos da equipe, pode-se concluir que a gestão 4.0 tem impacto direto no desempenho das atividades da empresa. Portanto, como consequência disso, é possível identificar vantagens desde a inovação na administração interna até as possibilidades de crescimento e expansão.

Saiba o que é BPM, como aplicar e quais são as boas práticas da abordagem

Implementando a gestão 4.0: por onde começar?

Após decidir pelo reposicionamento do cliente no centro das estratégias, pela automatização dos fluxos e pela integração entre os setores, a empresa está pronta para executar a gestão 4.0.

Assim, o primeiro passo é digitalizar os processos, estruturando de maneira mais efetiva a cadeia produtiva e padronizando as rotinas de trabalho dos times. É possível fazer isso por meio de diferentes ferramentas tecnológicas, como softwares, sistemas e aplicativos.

Digitalização das empresas: entenda a importância

A uMov.me e a StartSe, plataforma de conhecimento em negócios, se uniram para produzir a websérie documental “Transformações Reais – Os Desafios da Transformação Corporativa”. Animated GIF

O terceiro episódio é focado na transformação digital dos negócios e como o uso da tecnologia pode garantir a produtividade e eficiência do usuário.

Além das falas de Alexandre Trevisan (CEO da uMov.me) e Daniel Wildt (co-fundador e Chief Heart Officer da uMov.me), o episódio ainda conta com participações especiais de:

  • Fred Santoro (Head de Startups da Amazon Web Services – AWS);
  • Daniel Misturini (Gerente de Tecnologia da Informação da Cooperativa Santa Clara Ltda.);
  • Marcelo Abib (CEO da Work On Group).

Assista o episódio completo e entenda a importância da digitalização das empresas

Digitalização de processos pode ser feita com aplicativos

Uma empresa que utiliza aplicativos integrados acaba tornando-se mais produtiva, mais assertiva, capaz de entregar mais qualidade em suas soluções e mais fácil de ser gerenciada através de relatórios completos e digitais.

Esses relatórios estão diretamente ligados ao segundo passo para a implantação efetiva da gestão 4.0: a coleta e análise de dados.

Sem investir no registro e armazenamento de informações é praticamente impossível otimizar os processos internos da empresa e adaptá-los ao momento tecnológico atual.

Dessa forma, com os aplicativos, a coleta de dados acontece em tempo real, abastecendo um dashboard que vai orientar na tomada de decisões mais efetivas.

Para além da mesa dos gestores, as informações podem ser compartilhadas também com as equipes externas, que passarão a estar ainda mais integradas ao negócio, com acesso a dados como controle de estoque, rotas de entregas, quantidade de atendimentos, e muito mais, na palma da mão.

O aplicativo de checklist da uMov.me, por exemplo, permite a gestão dos procedimentos que precisam ser realizados pelas equipes, padronizando-os e garantindo uma conferência digital e organizada, sem falhas por falta de atenção.

Considerações sobre a gestão 4.0

As novas tecnologias vêm impactando todas as áreas do mundo corporativo, e com a gestão das empresas não seria diferente.

A gestão 4.0 surge nesse contexto, contando principalmente com recursos tecnológicos para manter os negócios mais competitivos no mercado. Para implementá-la é necessário transformar as estratégias e a própria cultura organizacional.

Algumas soluções digitais, como os aplicativos da uMov.me, podem auxiliar nessa transição, pois permitem a digitalização e automação dos processos, além da coleta de dados em tempo real.

Vamos tornar a gestão 4.0 uma realidade para o seu negócio? Solicite uma demonstração gratuita dos aplicativos da uMov.me e veja como a solução pode tornar sua equipe em campo ainda mais eficiente!

Logística

Gestão de canhotos: a importância para o seu negócio

A comprovação do recebimento de produtos é essencial para manter a qualidade ...

Aplicativos customizados

Gestão de estoque e aplicativos: como a tecnologia pode ajudar?

O estoque se relaciona diretamente com o sucesso das estratégias de qualquer em...

FALE COM UM ESPECIALISTA

Conheça os potenciais da plataforma para a sua empresa.

QUASE LÁ!

Preencha os dados abaixo para garantir sua demonstração gratuita.