Logística reversa: o que é e por que aplicar na sua empresa

Logística reversa: o que é e por que aplicar
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Estabelecer ações e projetos para reduzir o impacto ambiental do seu negócio já se tornou uma importante estratégia para a reputação de marca. Nesse contexto, a logística reversa pode ter um papel relevante. Confira!

Responsabilidade social e sustentabilidade são valores importantes no mercado atualmente. Principalmente, quando o assunto é reputação corporativa e marketing.

Por isso, empresas do varejo, em especial, criam ações para promover a conscientização e a preservação do meio ambiente. Nesse sentido, reduzir o impacto de seus produtos é uma estratégia bastante utilizada.

Isso acontece, por exemplo, através da devolução ou troca de embalagens. E á aqui que entra a logística reversa.

Mas você sabe o que é logística reversa? Ao contrário do caminho primordial da logística que é deslocar produtos do fabricante ao consumidor, ela visa justamente o contrário: o retorno de produtos para quem o produziu.

Ao longo do texto, vamos revisar o conceito, destacar duas áreas de atuação, levantar os benefícios e ainda compartilhar sete passos para a implantação na sua empresa.

O que é logística reversa?

A logística reversa, ou inversa, representa todas as operações relacionadas ao reaproveitamento de produtos e materiais. Isso pode incluir todo o processo de reciclagem, recuperação de matéria-prima, reforma e revenda de itens reabastecidos.

Seus principais objetivos são o retorno de produtos que apresentam problemas ou aqueles que possuem algum tipo de reaproveitamento.

Exemplos disso são algumas empresas de cosméticos, que incentivam a devolução de embalagens usadas e até criam promoções como “traga seis embalagens e troque por um batom”. É o caso de marcas conhecidas, como Quem Disse, Berenice, do Grupo Boticário, MAC Cosméticos, Natura e Body Shop.

Assim, essas empresas previnem a poluição da natureza com os recipientes de plástico e ganham a oportunidade de reutilizá-los após os procedimentos adequados.

A logística como já conhecemos é o que leva o produto até o cliente. Já, no caso da logística reversa, o recurso retrocede pelo menos um passo na cadeia de suprimentos. Ou seja: o produto viaja ao contrário!

Por exemplo, mercadorias que são movidas do cliente para o distribuidor ou para o fabricante

Qualquer processo ou gerenciamento após a venda do produto envolve logística reversa. Se o produto estiver com defeito, o cliente devolverá o produto. A empresa de manufatura teria então que organizar o envio do produto defeituoso, realizando testes, desmontando, consertando, reciclando ou descartando.

A logística reversa trabalha com duas áreas de atuação: a logística reversa de pós-consumo e a de pós-venda.

Logística Reversa de Pós-Consumo

Aqui o objetivo é garantir que os produtos, após consumidos, tenham um destino adequado e sustentável. Alguns dos motivos pelos quais esses produtos passam pelo processo são:

  • Condições de uso: podem ser reutilizados;
  •  Fim de vida útil: não têm mais utilidade, porém os componentes podem ser reaproveitados ou remanufaturados;
  • Resíduos ambientais: os componentes trazem riscos ao meio ambiente se não descartados de maneira correta.

Neste caso há três opções disponíveis:

  • Reuso – Quando o produto ainda está em condições de uso;
  • Reciclagem – Nos casos em que componentes do produto servem como matéria-prima para alimentar o ciclo de produção;
  • Desmanche – Separação dos componentes do produto, direcionando cada parte a seu destino correto, podendo ser uma das outras duas alternativas ou o descarte.

Logística Reversa de Pós-Vendas

Já a logística reversa de pós-vendas é responsável por produtos com pouco ou nenhum uso que acabam retornando a cadeia de distribuição. O objetivo é reinserir estes itens no mercado ou na cadeia produtiva, seja no varejo ou no e-commerce. 

Os motivos podem ser:

  • Qualidade: produtos que apresentam defeito de fabricação ou de funcionamento;
  • Comerciais: produtos em estoque por erro de expedição, excesso de estoque, mercadorias em consignação, pontas de estoque término de validade, problemas após a venda, chamado de recall;
  • Substituição de componentes: itens de produtos que necessitam de manutenção e consertos.

Leia também sobre a tendência na logística: o que é e como funciona a cabotagem!

Benefícios da Logística Reversa

A reutilização de produtos e materiais não é um fenômeno novo. A reciclagem de resíduos de papel, sistemas de depósito para garrafas de refrigerantes e corretores de sucata de metal são exemplos que existem há muito tempo.

A diferença é que, com o advento do e-commerce, a logística reversa mostra-se cada vez mais presente e demandada.

Porém a prática traz vantagens tanto para o próprio e-commerce quanto para o varejo mais tradicional. Veja alguns dos principais benefícios:

Redução de Custos

O Ministério do Meio Ambiente estima que o mercado brasileiro deixa de arrecadar cerca de R$ 8 bilhões por ano devido à falta de infraestrutura adequada para a destinação de resíduos sólidos e reciclagem.

Com a logística reversa, o resíduo retorna para a cadeia produtiva e gera economia na compra de novos recursos, como no exemplo que citamos das embalagens de cosméticos.

Assim, de maneira organizada, é possível fazer com que o valor de aproveitamento do resíduo seja menor que a extração e transporte da matéria-prima bruta necessária para um produto completamente novo do zero.

Inovação e Produtividade

Esse tipo de processo traz um benefício muito importante: o incentivo à inovação.

Com o uso de tecnologias cada vez mais eficientes, a reutilização do resíduo é facilitada, pois seu retorno e reciclagem passam por um processo produtivo melhorado. 

Dessa forma, é possível adaptar a produção e modificar o fluxo de distribuição de maneira estratégica, de acordo com as diretrizes de logística reversa da companhia. 

Meio Ambiente e Sociedade

As empresas sustentáveis e preocupadas com a sociedade caíram no gosto dos consumidores. 

É importante que a construção dessa imagem positiva seja feita de maneira contundente. Para o consumidor de hoje, não basta publicar conteúdo contra a poluição nas redes sociais, é preciso fazer com que o seu negócio se destaque como uma marca confiável e responsável. 

Uma das principais formas de demonstrar consciência ecológica é por meio da energia limpa e da reutilização de materiais, principalmente dos que demoram muito tempo para se decompor se jogados no lixo, como o plástico, por exemplo.

Competitividade

Em um mundo que, cada vez mais, coloca a saúde do meio ambiente como um motivo para consumir desta ou daquela empresa, ser sustentável é uma vantagem competitiva.

A coleta e reciclagem dos materiais cria uma boa reputação com uma série de clientes, principalmente na faixa mais jovem. Tornou-se comum para esta faixa etária, abandonar os canudos de plástico e escolher marcas de shampoo que coletem as embalagens ou que as tornam biodegradáveis.

O mesmo acontece com empresas que recolhem e consertam produtos com defeito, criando uma sensação de segurança para o consumidor, que tem mais chances de se fidelizar a um negócio atencioso com seus produtos e clientes.

Lei Ambiental e Comitê Orientador

Mais do que uma ideia sustentável, a logística reversa já é um processo regulamentado. A sua implantação já é lei para fabricantes, importadores, distribuidores ou comerciantes de certos produtos. 

A Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010, institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Para cumprir a lei, são feitos acordos setoriais entre os setores e o poder público para implantar um sistema de logística reversa.

Logística reversa: o que é e por que aplicar na sua empresa 1Já o Comitê Orientador para Implementação de Sistemas de Logística Reversa, por sua vez, foi criado pelo Decreto Nº 7.404, de 23 de dezembro de 2010. Ele é presidido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). A estrutura do Comitê Orientador também inclui o Grupo Técnico de Assessoramento (GTA), instituído pelo Decreto Nº 7.404/2010. 

O objetivo do Comitê Orientador é conduzir a implantação da logística reversa, por meio de estudos de viabilidade técnica e econômica. Após a aprovação dos estudos, o Comitê realiza editais de chamamento das propostas.

É por meio desse processo que se dá início aos trabalhos de elaboração dos acordos entre governo e empresas.

Entenda mais sobre o protagonismo feminino na logística brasileira!

7 passos para implementar logística reversa

Para implementar a logística reversa, é preciso desenvolver estratégias coesas que levem em conta velocidade, eficiência e custo. Você deve considerar fatores como: políticas, parceiros, dados, capacidade, logística e transporte.

Veja algumas dicas:

1) Avalie políticas e acordos relevantes

Revise os procedimentos relacionados às devoluções e reparos de sua empresa. Essas políticas devem ser claras e considerar as causas básicas de devoluções e reparos. A forma como uma empresa lida com essas situações pode ser um diferencial competitivo.

2) Colabore com fornecedores

A estreita colaboração com os fornecedores pode ajudar a garantir uma experiência tranquila e integrada para os clientes, ao contrário de uma experiência desconexa que eles terão dificuldade em navegar.

3) Use dados

Ao coletar dados sobre devoluções de produtos, você pode entender por que os clientes estão devolvendo-os. A partir dessa informação, você pode fazer ajustes em vendas, design de produto e processos de logística.

4) Rastreie produtos 

Vincular a matéria-prima ao produto acabado e ao pedido do cliente permite rastrear ingredientes no caso de precisar de recalls. Assim, você pode localizar o problema e  resolver de forma seletiva.

5) Centralize a devolução

Com um centro de devolução você pode classificar melhor os produtos e identificar a próxima etapa adequada para cada um deles. Dessa forma, a sua empresa pode determinar a melhor forma de recuperar o valor do produto.

Se você não tiver recursos para ter um centro de devolução separado, considere dedicar uma parte de seu depósito ou fábrica para devoluções.

6) Examine a logística e o transporte

Revise regularmente os processos de logística direta e reversa, além do transporte. Determine se é viável integrar alguns desses processos.

Por exemplo, se os seus motoristas de entrega puderem recolher paletes vazios à medida que os deixam cheios, você economiza viagens, tempo e dinheiro.

7) Automatize os processos

A maneira mais prática e moderna de coordenar os processos é com um software de logística baseado em nuvem. Um sistema de software pode, por exemplo, rastrear a recuperação de ativos, gerenciar a renovação e fornecer análises de inteligência de negócios.

Considerações sobre logística reversa

Ser uma marca responsável perante seus públicos tornou-se uma estratégia importante em termos de reputação corporativa e marketing. E isso inclui a preocupação com o meio ambiente.

Nesse sentido, pensar ações de logística reversa pode ser um projeto relevante para o seu negócio e até para obter resultados financeiros. Por isso, ao longo do texto, revisamos o conceito de logística reversa, conversamos sobre suas áreas de atuação, levantamos alguns benefícios e passos para implementação. 

O consumidor de hoje precisa sentir que está comprando produtos de empresas íntegras. Melhorar sua logística reversa abre oportunidades para uma série de práticas de negócios sustentáveis.

Quer saber mais sobre sustentabilidade e reputação corporativa? Então, assista ao Conversas uMov.me! Denise Pagnussatt, nossa Líder de Marketing e Reputação, compartilhou conceitos e ideias interessantes da área, baseados em sua pesquisa de doutorado.

Veja também Webinar com Natura&CO., BBM e uMov.me que discute sobre o impacto da tecnologia no transporte de carga!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

confira mais conteúdos!

vamos conversar?

Preencha os dados abaixo e entenda os benefícios de um aplicativo customizado para seu negócio.

grarfismo_home