Logística Inbound e Outbound: o que são e quais as diferença entre as modalidades

Logística Inbound o que é e qual a diferença de logística outbound
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Quando se fala em logística inbound, outro conceito costuma vir à tona: o de logística outbound. Para entender a diferença entre esses dois conceitos, é fundamental saber do que cada um deles se trata. Confira!

Com o mercado em expansão, conceitos logísticos têm recebido uma atenção especial. Esse também é o caso para a logística inbound e outbound — termos que podem gerar certa confusão, mas são extremamente importantes para atuar no setor.

Ter um bom domínio sobre esses conceitos e saber distingui-los é fundamental, pois eles representam um dos pilares do sucesso de qualquer empresa. Estudar e compreender esses processos é o ponto de partida para alcançar melhores resultados e, ao mesmo tempo, reduzir os custos logísticos.

Entre os diversos processos da logística de transportes, neste artigo vamos abordar três agentes centrais: o fornecedor, o negócio e o cliente final. As modalidades logísticas se encontram no fluxo que leva de uma dessas figuras à outra.

O que é logística inbound?

Logística inbound refere-se à relação entre fornecedor e empresa — os personagens principais da pré-produção de bens e mercadorias.

Basicamente, esta modalidade abrange o transporte, armazenamento e entrega de bens e serviços para dentro de um negócio, ou seja, todos os processos envolvidos na aquisição de matéria prima e insumos de fornecedores externos.

Principais funções da logística inbound

Mais especificamente, o termo compreende a comunicação entre fornecedor e empresa, assim como alguns processos adjacentes a eles.

A logística inbound abrange todas as funções dentro dessa relação, como:

  • Pesquisa e gestão de fornecedores;
  • Estocagem;
  • Retorno das embalagens;
  • Administração de dados do setor de compras;
  • Auditoria de qualidade;
  • Controle para que o estoque atenda as demandas de produção;
  • Recebimento e verificação das matérias-primas e insumos;
  • Transporte do fornecedor até a empresa.

Gestão de canhotos: a importância para o seu negócio.

Importância da logística inbound e benefícios para o seu negócio

Você já deve saber que a logística, em geral, é fundamental para a organização e eficiência de uma empresa. É claro que aqui não é tão diferente.

Para setores da indústria que dependem de insumos e matéria-prima para produzir, por exemplo, a logística inbound tem um papel muito importante para assegurar uma produção contínua e organizada.

A modalidade atua principalmente na boa comunicação e relação entre negócio e fornecedor. Através disso, pode-se ter maior controle sobre a entrega de matéria prima, assegurando que o processo seja efetuado com qualidade e seguindo prazos combinados.

Além de evitar atrasos, a logística inbound ainda permite maior organização de estoques. Ao definir o recebimento de insumos em quantidade específicas em datas próximas ao uso, não é necessário guardá-los em grandes armazéns. Isso também evita o desperdício e perda de insumos, que podem sair da validade ou se tornarem inutilizáveis, dependendo da indústria.

É claro que, ao evitar desentendimentos e atrasos, esta modalidade logística reforça o cumprimento de prazos. O fluxo logístico se torna muito mais seguro e previsível, reduzindo falhas e insatisfação.

Nesse sentido, os gestores têm controle sobre o próprio produto a partir do momento em que os insumos necessários deixam o fornecedor, rumo à empresa. Consequentemente, o consumidor também é beneficiado, já que uma produção estável garante a disponibilidade de produtos e entregas mais eficientes.

Negócios que operam dentro da logística inbound podem ser beneficiados de diversas maneiras, tendo um diferencial competitivo significante. Resumindo:

  • Boas parcerias com fornecedores;
  • Melhoramento dos processos de recebimento e armazenamento de cargas;
  • Giro de estoque mais eficiente;
  • Mais segurança e menores índices de perdas e avarias nos armazéns;
  • Otimização do transporte de cargas nos centros de produção;
  • Redução dos custos operacionais; e
  • Maior e melhor gerenciamento do fluxo de informações com os fornecedores.

Transporte multimodal e intermodal: o que é e como pode otimizar a logística da sua empresa

O que é logística outbound?

Agora que já explicamos os fundamentos da logística inbound, fica mais fácil compreender o termo que sempre aparece ao tocar neste assunto: logística outbound.

Aqui é representada a continuidade do fluxo inbound ou, mais precisamente, as etapas de pós-produção.

Principais funções da logística outbound

O papel da logística outbound, em essência, está relacionado aos processos entre o momento em que a mercadoria sai da empresa até chegar ao consumidor final.

Entre suas principais funções, podemos citar:

  • Planejamento de rotas otimizadas;
  • Embalagem;
  • Endereçamento;
  • Emissão de documentos e notas fiscais;
  • Logística reversa;
  • Distribuição e movimentação de cargas;
  • Realocação de produtos para os centros de distribuição;
  • Rastreamento das mercadorias;
  • Contratação de transportadoras ou operadores logísticos.

Lead time em logística: o que você precisa saber sobre!

Importância da logística outbound e benefícios para o seu negócio

Como você já deve ter concluído, a logística outbound é protagonista para garantir a satisfação do consumidor final.

Baseada em uma gestão estratégica, esta modalidade pode assegurar que o produto chegue ao cliente não apenas dentro do prazo, mas de forma ainda mais rápida e eficiente, caso o objetivo seja esse.

É importante lembrar que a agilidade de entregas é um fator de peso durante a tomada de decisão do consumidor. Muitas vezes, é isso que vai fazer com que ele escolha comprar do seu negócio em vez da concorrência.

Com o produto pronto, segundo a lógica inbound, está na hora de encaminhá-los ao próximo destino — seja um centro de distribuição (CD), um armazém ou diretamente ao consumidor final. Para garantir o nível de satisfação dos clientes, o planejamento estratégico é fundamental durante essa parte do processo logístico.

Entre os principais benefícios de uma sólida logística outbound, estão:

  • Maior giro de estoque, evitando excessos ou esgotamento de produtos;
  • Aumento da qualidade das remessas e do atendimento ao cliente;
  • Redução dos prazos de entrega;
  • Maiores chances de fidelização de clientes; e
  • Controle mais eficaz dos processos logísticos envolvidos no transporte do fabricante ao consumidor.

Principais diferenças entre os termos

Ao entender as características das modalidades logísticas inbound e outbound, a distinção entre os dois termos fica bem clara.

Na prática, a principal diferença mora na definição e mapeamento de indicadores logísticos. Na definição de prazos durante a gestão de entregas, por exemplo, a empresa está no fim do processo inbound, enquanto em outbound acontece o completo inverso — aqui ela representa o ponto de partida.

Por serem opostos, é claro que esses fluxos exigem indicadores específicos. Nesse sentido, podemos destacar o custo de transporte.

Considerando um produto com peso e tamanho padronizado, o cálculo envolverá a divisão entre o custo total do frete pela quantidade de unidades transportadas para as duas modalidades.

Na logística outbound, o custo é dividido pela receita de vendas de um período. Já na logística inbound, divide-se o frete pela quantidade de mercadorias compradas em um período.

Apesar de representarem etapas e estratégias diferentes, inbound e outbound são modalidades complementares. Ou seja: o sucesso de uma depende do sucesso de outra!

Dentro dos principais objetivos de toda empresa, sempre está a satisfação do consumidor final. Isso é impossível de atingir se uma etapa do fluxo logístico está desequilibrada.

Para o cliente, não faz diferença um negócio ter uma pré-produção otimizada se a mercadoria demora muito para ser entregue ou chega danificada. Por outro lado, de nada adianta aperfeiçoar os processos de entrega quando existem problemas de comunicação com o fornecedor e atrasos no recebimento de matéria prima.

Por isso, é importantíssimo lembrar que a logística inbound e a logística outbound integram um grande processo que exige atenção e cuidado para garantir a melhor eficácia em todas as etapas.

Qualquer que seja a estratégia adotada pela gestão, ter uma cadeia de suprimentos integrada é definitivo para a eficácia e sincronização dessas modalidades.

Confira os 7 benefícios da torre de controle logística para a sua empresa!

Qual o impacto desses modelos logísticos na gestão?

Quando uma empresa aperfeiçoa os processos logísticos de entrada e saída de mercadorias, os resultados são quase instantâneos — principalmente na gestão do frete.

O entendimento completo e a implementação eficiente da logística inbound e outbound pela gestão, somando os benefícios de cada uma, pode fazer com que o negócio consiga:

  • Atingir maior giro de estoque;
  • Elaborar estratégias e implementar recursos na movimentação de cargas;
  • Economizar, ao aplicar estratégias mais eficientes;
  • Simplificar o fluxo de informações entre a empresa e os fornecedores;
  • Estabelecer uma gestão de estoque mais eficaz;
  • Evitar a escassez ou esgotamento de mercadorias em estoque;
  • Aumentar a qualidade e estabilidade das entregas ao consumidor final;
  • Reduzir o prazo de entrega das mercadorias.

Para garantir esses resultados, os indicadores logísticos são essenciais — e é responsabilidade do gestor identificar, distinguir e aprimorar os processos na logística da empresa.

Esta pode ser uma demanda extremamente complexa, de acordo com a atuação e abrangência da empresa. Mas ferramentas tecnológicas podem facilitar — e muito! — a gestão logística e a obtenção de indicadores de desempenho.

O aplicativo de logística da uMov.me, por exemplo, auxilia da gestão à operação, trazendo automação e digitalização de processos que conseguem diminuir os erros, reduzir custos e ainda aumentar a produtividade.

Considerações sobre logística inbound e outbound

Como vimos, existem diversas especificidades para os conceitos de logística inbound e logística outbound. Conhecer o cenário e saber lidar com os dois modelos é o que garante uma logística eficiente e bons resultados para um negócio.

Dentro de um  mercado cada vez mais competitivo, com consumidores mais exigentes e com o amplo acesso a tecnologias, não há outra opção: é preciso buscar estratégias e ferramentas para manter o negócio produtivo e relevante.

Nesse contexto, aplicar corretamente os conceitos de logística inbound e outbound torna-se cada dia mais essencial para se conquistar uma logística de sucesso — e não há motivo para não implementar a tecnologia nesses processos.

Logística Inbound e Outbound: o que são e quais as diferença entre as modalidades 1

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

confira mais conteúdos!

vamos conversar?

Preencha os dados abaixo e entenda os benefícios de um aplicativo customizado para seu negócio.

grarfismo_home