Logística para indústria: transformação digital, inovação e análise de dados

Webinário Logístico para Indústria
Webinário Logístico para Indústria
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Um webinar com participação dos grandes players do mercado quando o assunto é logística para indústrias. Acompanhe quais foram os insights obtidos na conversa com André Nunes (FIERGS), Mauro Friedrich (Arezzo&CO), Alexandre Trevisan (uMov.me) e Voltér Luís Trein (eSales).

Este artigo foi inspirado no Webinar Logística para Indústria: transformação digital, inovação e análise de dados, realizado pela uMov.me em cocriação com a e-Sales no dia 31/08/2020.

O mundo mudou e impactou nossas vidas, o comportamento de consumo e  diversos segmentos econômicos. A partir das novas perspectivas apresentadas, entendemos que os negócios também não podem ficar indiferentes a esse cenário.

Algumas das principais discussões que esse momento trouxe já eram protagonistas nas listas de tendências e exigências para a maioria dos setores. Uma delas é o papel e o melhor uso da tecnologia para impulsionar os negócios. Agora, vemos um momento de aceleração da transformação digital em todo o mercado.

Para os especialistas André Nunes de Nunes, Economista-chefe da FIERGS; Mauro Friedrich, Diretor de Logística da Arezzo&CO; Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me; e Voltér Luís Trein, CRO da eSales no segmento logístico, esses novos hábitos dos consumidores e tempos exigiram mudanças. 

Entenda, neste artigo, como a transformação digital pode impulsionar as estratégias quando o assunto é logística para indústria, com cada vez mais embasamento em dados para tomar decisões acertadas que preservem, aumentem as receitas e reduzam custos e riscos.

Confira o trecho inicial, quando Alexandre Trevisan comenta sobre os aprendizados deste momento:

As mudanças do mundo e a transformação digital na logística para indústria

O mundo já vinha se transformando, as mudanças estavam ocorrendo de maneira gradual e significativa. As tecnologias estavam presentes em diversos ambientes. No entanto, empresas e indivíduos não estavam percebendo com tanta clareza o quanto essas mudanças já eram reais e efetivas.

O tema da transformação digital vem permeando a pauta das companhias em torno de 5 anos, e nos últimos 3 ficou ainda mais evidente essa necessidade, quase como uma condição de permanência e de vantagem competitiva.

A transformação digital é um assunto latente e tem permeado a indústria por todos os lados. Ouvimos falar da indústria 4.0, internet das coisas, manufatura avançada e outros temas, esses conhecimentos e processos aumentam a capacidade de informações e convergem em pontos de mudanças.

De acordo com Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me, a pandemia acelerou este processo, e trouxe uma série de ensinamentos: “um deles foi ampliar a perspectiva sobre esse tema, trazendo à tona e nos fazendo perceber o quanto alguns ambientes já estavam mudados. A tecnologia tinha avançado. Era urgente agir a partir do momento que você percebia aquela evolução”.

Com isso, algumas empresas que já tinham tomado a decisão de iniciar esse processo de transformação digital dedicaram mais tempo e tração em fazê-lo acontecer.  Enquanto outras, decidiram dar o primeiro passo. Já cientes de que a necessidade já estava evidente.

Muitas indústrias apostam no formato squad de equipes para implementar a transformação digital. Nesse contexto, é trabalhada com a metodologia e direcionamento correto e composição multidisciplinar da equipe, possuindo aporte da tecnologia da informação e aproximando eventuais gaps entre fabricantes, distribuidores, transportadores e clientes (que podem ser B2B – business to business – ou B2C – business to consumer). 

O Diretor de Logística da Arezzo&CO, Mauro Friedrich, comenta: “a ideia central é buscar soluções que possam solucionar de maneira eficiente uma dor. Com isso, a transformação digital começa a ser uma linguagem comum entre as empresas. É extremamente funcional, forte em resultados e funcionam bem porque tem inicio, meio e fim, mais rápidos do que projetos convencionais”.

A logística assumiu um papel de destaque dentro das indústrias, absolutamente estratégico. As operações se tornaram mais onlines. O prazo de entrega é o principal elemento quando o assunto é a tomada de decisão para compra. Dessa forma, as empresas tiveram que começar a pensar em estoques otimizados, soluções inovadoras.

Os pontos de contato com o consumidor são importantes. Essa relação mais perto, os dados e a internet possibilitaram isso, tornando a logística para indústria não apenas uma área de suporte e sim estratégica, sendo uma peça chave para possibilitar mais entregas de serviços e gerar valor de ponta-a-ponta. Tudo isso leva um maior nível de serviço e torna a empresa mais competitiva perante os concorrentes. 

André Nunes de Nunes, Economista-chefe da FIERGS, lembra sobre a concorrência: “ela não é mais local. Hoje em dia é global. O consumidor não está preocupado onde o produto foi produzido, ele olha para os aspectos que fazem tomar a decisão, seja baseada em preço ou marca”.  O especialista ainda afirma que este é um desafio que não se coloca apenas para a logística, mas para indústria como um todo.

Os desafios da logística para indústria e a integração de tecnologia e dados

A complexidade aumentou de acordo com a exigência do cliente e os esforços que são gerados para atendê-lo da melhor forma possível. Possuindo dados que respaldam o grande desafio que ainda segue o mesmo da logística tradicional: produto certo, lugar certo, tempo certo pelo menor custo possível.

Buscar parceiros ideais que possuem essa mesma visão e necessidade de integração de informações faz toda a diferença. Em alguns casos, no processo logístico, uma entrega passa na mão de várias empresas, o que torna muito fácil a perda de alguns dados importantes no processo. 

Por isso, seus parceiros de negócio precisam estar alinhados com as tecnologias necessárias para praticar a melhor logística para indústria.

No Brasil, existem grandes players da logística e as startups contribuem trazendo soluções muito boas que contribuem nesse desafio. Portanto, conectar esses transportadores para ter o menor lead time, informação rápida e disponível online. É preciso ter um transportador integrador.

No caso da Arezzo&CO, Mauro Friedrich cita as questões logísticas para atender as preferências dos clientes como a decisão de retiradas de produtos em ambientes físicos, entregue pelo e-commerce ou pelas próprias lojas. Tudo isso abre a necessidade de boas informações e bons métodos de atendimento.

Entretanto, mais que a complexidade dos processos, os especialistas citam que a falta de informação na organização pode ser cultural. Quando não há ambientes que projetam essa necessidade e importância, a própria empresa corrobora para a ausência de dados.

Neste sentido, Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me, comenta que a cultura passa pelo posicionamento do líder, o quanto ele está disposto a passar pela transformação humana, antes da transformação digital. Afinal, esse processo depende de pessoas.

Um exemplo disso na prática é quando é preciso buscar soluções ágeis, mas o processo de decisão das empresas não acompanha a mesma velocidade que o mercado exige. Por isso, a uMov.me é uma plataforma no-code que permite essas entrega de forma rápida.

As variáveis para atender a necessidade do “novo consumidor”

O consumidor, mais do que nunca, está ciente e informado sobre a empresa e os fatores que fazem ele obter o produto. Além disso, totalmente imerso no universo digital, por isso é fundamental transparência e disponibilidade de informações online.

Buscar oferecer o lead time cada vez mais curto, baseando-se no menor prazo possível e criar estruturar, processos e ter tecnologias que auxiliem a estruturar áreas que atendam essa demanda tão exigente para que o produto chegue perfeito no cliente. Dessa forma, a logística para indústria precisa ter uma boa estratégia de distribuição e reposição.

A exigência dos consumidores do B2C é ainda recente, mas já passa por um processo de maturidade em que o cliente busca ter o produto em um bom estado, em um tempo adequado e nesse processo tudo importa, até mesmo, encontrar a melhor embalagem. 

A partir desse pensamento Mauro da Arezzo&CO estipula pontos importantes: reposição, introdução eficiente, total atenção ao lead time, muita transparência e rastreabilidade.

Confira o trecho do evento que o Diretor de Logística da Arezzo&CO comenta sobre esse “novo consumidor”:

Considerações sobre logística para indústria

É preciso entender que o consumidor ganhou um poder de escolha. Está tudo acessível a apenas um clique de distância, inclusive o acesso ao concorrente. Dessa forma, trabalhar excelência e transparência se tornam fatores importantes. Entretanto, para que isso ocorra a empresa precisa ter integração com seus parceiros de negócio.

O consumidor tende a entender todo esse processo de logística para indústria como uma “ponta única”, por isso todas as etapas entre áreas da companhia devem estar integradas.

Passamos pelo efeito consumerização na mão dos clientes B2C e isso também irá ocorrer na logística para B2B através das experiências de compra, tracking e informações de fácil acesso online. 

Neste sentido, a tecnologia contribui em duas vertentes: eficiência de processos e a entrega de valor de uma forma extremamente relevante. 

A exemplo disso, a uMov.me tem trabalhado em algoritmos, otimização de frotas e rotas. De modo geral, na capacidade de fazer mais com menos, conseguindo ter ganhos de produtividade de até 18%. Esta é um grande amostra de como a tecnologia se torna relevante e como seus impactos e retornos podem ser obtidos de maneira rápida.

Gostou do conteúdo? Fique sempre atento aos canais uMov.me para ficar sabendo de novos eventos como este. Para ver o webinário Logística para Indústria na íntegra, clique no botão abaixo!

Logística para Indústria

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Agende uma Demonstração Gratuita

Preencha os dados abaixo e confira como será o aplicativo da sua empresa.

dashboard-gerencial-app-umovme