Shelf life como aliado na prevenção de perdas

Você sabia que os produtos possuem uma “data de validade” para ficar na prateleira do supermercado? O termo shelf life se refere a isso! Entenda como a tecnologia pode evitar que seu produto passe do tempo devido no PDV!

Se você é varejista, o termo shelf life faz (ou deveria fazer) parte do seu dia a dia. E entender como ele funciona é uma das tarefas mais importantes para o sucesso do seu negócio. Não é mesmo?

Mas vamos com calma, se você não sabe o que shelf life significa, entenda como ele pode ser significativo na prevenção de perdas e danos da sua empresa!

O que é shelf life?

Em tradução literal, o shelf life é a validade da mercadoria. Também conhecido como “tempo de prateleira”, é o período em que o produto pode ficar armazenado com a garantia de que o mesmo chegará de forma íntegra e segura até o consumidor final.

De acordo com a Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (ABRAPPE), o vencimento do prazo de validade dos produtos correspondia a cerca de 24% das perdas em varejos e atacados em 2019.

Dados mais recentes da 5ª Pesquisa Abrappe de Perdas no Varejo Brasileiro apontam que o índice de perdas caiu no varejo brasileiro em 2020 a taxa era de 1,33% e em 2021 diminuiu para 1,21%.

No entanto, ainda de acordo com o mesmo estudo, o índice de perdas cresceu em alguns setores do varejo, como o setor supermercadista.

Mas qual a real importância de se entender o shelf life?

A principal importância de se entender o shelf life é evitar que os produtos vençam na prateleira. Isso pode até parecer óbvio, mas acontece com mais frequência do que se imagina.

Para assegurar a qualidade dos alimentos da gôndola, em alguns segmentos de produtos, como o alimentício, existem normas legislativas e resoluções a serem seguidas.

Um exemplo é a RDC nº 259 de 23 de setembro de 2002, que obriga os alimentos industrializados e embalados a conterem em seus rótulos a data de fabricação e prazo de validade, de forma clara, visível e precisa.

Nesse sentido, além de seguir as orientações legais necessárias, as empresas podem minimizar prejuízos financeiros com o descarte das mercadorias e até mesmo com as multas que podem ser aplicadas.

Além disso, uma vez que o shopper se depara com um produto vencido ou com características duvidosas na gôndola, sua decisão de compra pode mudar rapidamente o que resulta que ele perca a credibilidade e evite a marca no ponto de venda (PDV).

O desafio da gestão de PDV: veja como resolvê-lo

O que determina o tempo de prateleira?

Se você estiver pensando “Ah! Mas assim fica fácil. Basta retirar o produto da prateleira na data de vencimento e o problema estará resolvido”, estamos aqui para dizer que não é bem assim.

Os alimentos não são os únicos afetados pelo shelf life. Produtos químicos, de higiene pessoal, de limpeza, entre outros, também podem (e devem) ter seu tempo de prateleira determinado.

Contudo, alguns fatores externos podem interferir na “vida” de um produto, além da sua data de validade. Veja alguns deles:

  • Data de fabricação: o shelf life inicia a contar desde o momento em que o produto é produzido, levando em consideração os ingredientes ou componentes utilizados, a embalagem, o transporte e o armazenamento.
  • Condições sensoriais: cor, aroma, textura e sabor também são considerados neste cálculo.
  • Mudanças do ambiente: para não desgastar o produto é necessário impedir o crescimento microbiológico, como controle de umidade, pH e temperatura.
  • Avaria: evite danos físicos, como embalagens perfuradas ou amassadas, que favorecem o desenvolvimento microbiano e ainda contribui para que o produto seja descartado precocemente.
  • Local de armazenamento: Embora cada item tenha uma validade específica, escolher o melhor método de armazenamento para um dos produtos é essencial.

Logo, toda a cadeia produtiva e de comercialização precisam estar em harmonia.

Lembre-se: além das condições de manipulação e armazenamento (temperatura, umidade, exposição à luz, etc.), as instruções do fabricante devem ser seguidas a risca para que o produto tenha a validade e qualidade esperadas.

Prevenção de perdas em supermercados: entenda os principais benefícios

Saiba como calcular a shelf life dos produtos

Tenha sempre em mente que produto parado ou fora da validade na prateleira é significado de prejuízo.

Se a empresa não quer que seu produto fique parado na gôndola,  é utilizar todas as ferramentas que possam identificar problemas e criar inventários.

O promotor no PDV pode ser o responsável por apontar quais produtos realmente têm saída no ponto de vendas, se estão dentro do prazo de validade ou perto do vencimento.

Todas essas informações podem ser registradas em uma planilha ou aplicativo para que se tenha um histórico e possam ser criados alertas com antecedência, por exemplo.

Veja alguns pontos de atenção para calcular o tempo de prateleira do seu produto no PDV:

Entenda o seu público

Nem sempre o problema está relacionado ao prazo de validade ou falha no armazenamento do produto.

Considere também o comportamento de consumo do shopper nos produtos em cada PDV, que podem indicar uma possível falta de interesse dos clientes.

Para isso, analise se o mix de produtos oferecidos são os mais assertivos para determinada região, bem como se o giro de mercadorias nas prateleiras está eficiente o suficiente.

Identificando qual o problema de cada ponto de venda, se torna possível aplicar ações de prevenção.

O que define a jornada de compra do shopper?

Verifique seus produtos, seja os da prateleira ou do estoque

Fazer testes sobre o pH dos produtos, nutrientes, microflora natural e outros elementos é uma boa forma de garantir que o shelf life não atrapalhará a sua estratégia no PDV.

A frequência e formato dos teste cabe a cada empresa – pode ser diário, semanal ou dependendo de cada tipo de produto.

Como elaborar estratégias de trade marketing eficientes

Monitore a prateleira sempre

O monitoramento de todos os itens na loja é essencial para garantir que os produtos sejam adquiridos antes do seu vencimento.

Caso a shelf life já esteja perto, uma ação simples é organizar os produtos na prateleira de forma que os de vencimento mais rápido ou mais próximo sempre fiquem dispostos mais a frente, de fácil acesso para serem pegos e de preferência na altura dos olhos.

Ponto de venda: como fazer um controle mais eficiente?

Um aplicativo pode garantir uma shelf life eficiente

Já pensou em utilizar a tecnologia a favor do seu negócio? Automatizar processos para evitar que produtos passem da shelf life é um caminho que gera ainda mais eficiência na sua operação em campo.

E a uMov.me pode ajudar sua empresa nisso! Ao criar aplicativos para empresas em plataforma no-code, é possível customizar a solução de acordo com as necessidades operacionais de cada negócio.

O aplicativo de trade marketing da uMov.me garante aos gestores que suas estratégias para cada PDV estejam sendo cumpridas – a solução fornece informações sobre a localização de cada promotor de trade marketing em tempo real, facilita a comunicação com eles e otimiza o tempo de todos os envolvidos.

Para evitar o prejuízo por conta do shelf life, o aplicativo apoia o planejamento das operações nos pontos de venda, além de agilizar a coleta de dados no PDV e a análise dessas informações.

Assim, com o aplicativo de trade marketing da uMov.me apoiando as operações no PDV, é possível:

  • Otimizar as rotas de todos os promotores e suas visitas;
  • Centralizar as informações coletadas em um único local;
  • Criar checklists com as coletas de dados necessários de cada PDV;
  • Cruzar dados para verificar as maiores taxas de perdas;
  • Criar alertas para sinalizar quando o produto está em sua data de vencimento.

Conheça as principais funcionalidades do aplicativo de trade marketing da uMov.me

Considerações sobre shelf life

Podemos concluir que a shelf life dos produtos depende de uma série de fatores, como os ingredientes utilizados, seu processo de produção, condições de higiene e armazenamento, até o tipo de embalagem utilizada.

E todas essas causas impactam diretamente as vendas das marcas. Por isso, planejar e monitorar os produtos (tanto das prateleiras quanto dos estoques) se torna uma das grandes prioridades da gestão de um negócio.

Um aplicativo se torna um bom aliado para esse processo, coletando informações desde ruptura em loja, estoques e validade dos produtos até pesquisa de preços da concorrência.

Vamos conversar sobre como o aplicativo de trade marketing  da uMov.me pode evitar o prejuízo com produtos vencidos no PDV? Agende uma demonstração gratuita!

Aplicativo de Trade Marketing

Trade Marketing

Por que terceirizar ações de trade marketing?

Conheça como terceirizar ações de trade marketing podem impactar positivament...

Trade Marketing

Como elaborar estratégias de trade marketing eficientes

Quer investir em melhores práticas no ponto de venda, mas não sabe como elabor...

FALE COM UM ESPECIALISTA

Conheça os potenciais da plataforma para a sua empresa.

QUASE LÁ!

Preencha os dados abaixo para garantir sua demonstração gratuita.