Prevenção de acidentes: guia para segurança ocupacional - uMov.me

Prevenção de acidentes: guia para segurança ocupacional

Prevenção de acidentes de trabalho é a aplicação sistemática de medidas e práticas destinadas a eliminar ou minimizar os riscos de lesões ou doenças no ambiente ocupacional.

Manter a integridade dos trabalhadores é uma das prioridades máximas para qualquer setor. No entanto, preservar a segurança ocupacional pode ser um desafio diante das diversas atividades profissionais e situações adversas que um dia de trabalho comum pode apresentar.

Este artigo se propõe a elucidar a importância da prevenção de acidentes de trabalho e fornecer um roteiro sólido para gestores no que diz respeito à segurança no ambiente laboral.

Qual é a importância da prevenção de acidentes de trabalho?

A prevenção de acidentes não é apenas uma prática ética e socialmente responsável, mas também um investimento na produtividade e na reputação da empresa. Acidentes podem causar danos físicos e psicológicos severos aos colaboradores, interferir diretamente nos resultados financeiros da organização e minar a confiança do público e de investidores. Além disso, a ocorrência de acidentes pode trazer consequências legais e prejudicar a imagem da empresa perante os órgãos reguladores e a sociedade.

Por outro lado, uma cultura de prevenção de acidentes demonstra preocupação com o bem-estar dos colaboradores, aumenta a motivação e o engajamento, reduz custos com afastamentos e licenças médicas e melhora a qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

O que é CIPA e qual seu objetivo?

A CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) é essencial para implementar estratégias de prevenção de acidentes em empresas.

Composta por representantes das partes envolvidas, é responsável por analisar, prevenir e atuar no sentido de reduzir acidentes no local de trabalho, devendo ser constantemente treinada e atualizada. Além disso, a CIPA serve como canal de comunicação entre gestores e funcionários para identificar riscos e propor soluções.

Acidente de trabalho típico X atípico X de trajeto

Existem três principais tipos de acidente de trabalho: o típico, atípico e de trajeto. Entenda melhor cada um deles.

Um acidente de trabalho típico é aquele que ocorre no exercício da atividade profissional, como quedas, cortes e lesões causadas por máquinas e equipamentos. Já o atípico é aquele que acontece fora do ambiente de trabalho, mas durante o horário de expediente ou em função das atividades profissionais, como acidentes de trânsito durante o deslocamento para o trabalho.

O acidente de trajeto, por sua vez, é aquele que ocorre no percurso entre a residência e o local de trabalho ou vice-versa. Todos os tipos de acidentes devem ser prevenidos e tratados com seriedade pela empresa, a fim de garantir a segurança e saúde dos colaboradores.

Quais são as causas mais comuns de acidentes de trabalho?

As principais causas de acidentes de trabalho no Brasil incluem:

  • Quedas: representam uma porcentagem significativa dos acidentes, especialmente em setores como mineração, construção civil e carga e descarga de caminhões.
  • Cansaço e falta de atenção: o cansaço e a falta de atenção dos trabalhadores são fatores-chave em muitos acidentes, levando à redução da atenção aos detalhes das tarefas.
  • Trabalho com repetições: atividades que envolvem repetições de movimentos por longos períodos podem resultar em lesões e distúrbios, como LER ou DORT.
  • Exposição a materiais perigosos: ao entrar em contato com a pele, ou serem inalados, podem causar desde queimaduras à graves problemas de saúde.
  • Choques: comumente causados por más condições de fios e instalações elétricas, ou ainda ao uso inadequado de EPI.

10 dicas para prevenir acidentes ocupacionais

A prevenção de acidentes de trabalho protege a saúde dos empregados e contribui para o sucesso da empresa. Portanto, implementar medidas preventivas é essencial.

Apresentamos 10 dicas para melhorar a segurança ocupacional e reduzir riscos no ambiente de trabalho, desde promover uma cultura de segurança até adotar práticas de gestão de riscos. Isso protege os colaboradores, fortalece a reputação e eficiência das empresas.

1) Treinamento Regular

O treinamento é a base para se atingir a segurança no trabalho. Colaboradores bem preparados estarão mais atentos e saberão como agir em situações de risco. É importante que esse treinamento seja periódico e abranja todos os colaboradores.

Além disso, é essencial disponibilizar os manuais e materiais em PDF, para que todos colaboradores tenha os conteúdos informativos à disposição.

2) Identificação de Riscos

Uma gestão de segurança eficaz começa com a identificação precisa e abrangente de riscos no ambiente de trabalho. Isso envolve mapear todas as áreas da empresa, examinar atividades diárias e equipamentos em uso para encontrar fontes de perigo.

Ter colaboradores relatando situações inseguras são essenciais, pois possuem entendimento prático dos riscos. Revisar incidentes anteriores revela padrões ou riscos não reconhecidos. Após identificar os riscos, classificá-los por gravidade ajuda a priorizar ações de mitigação.

3) Manutenção Preventiva

A manutenção preventiva é essencial para prevenir acidentes no trabalho. Afinal, garantir que máquinas estejam em boas condições evita incidentes.

Isso inclui inspeções, substituição de peças desgastadas e correção de falhas para evitar acidentes. A falta dessas ações aumenta o risco e pode causar paradas não planejadas. Investir em manutenção preventiva fortalece a segurança, reduz custos e melhora a eficiência no trabalho.

Guia rápido de instalação e manutenção de máquinas e equipamentos

4) Promova a cultura de segurança

Incentive uma cultura que valorize a segurança, estimulando a comunicação e o feedback como ferramentas para a prevenção.

Além disso, promova a participação ativa dos colaboradores na criação de medidas preventivas e incentive o relato de incidentes. Dessa forma, é mais fácil identificar padrões e tomar as devidas ações antes que ocorram acidentes graves.

5) Uso adequado de EPI

O uso constante e correto de equipamentos de segurança individuais é uma medida indispensável. Cabe à empresa fornecer os equipamentos adequados para cada função e aos colaboradores utilizá-los de forma consciente. Ainda, a realização de treinamentos periódicos sobre a importância e o uso correto dos EPIs é fundamental.

A importância estratégica do Controle de EPI na prevenção de riscos ocupacionais

6) Preste atenção às NRs

Respeitar as Normas Regulamentadoras (NRs) não é apenas uma obrigação legal, mas um pilar fundamental para a segurança dos trabalhadores. Estas normas, estabelecidas pelo Ministério do Trabalho, definem diretrizes e procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e medicina do trabalho.

É necessário que a empresa esteja atualizada com as NRs pertinentes ao seu setor, pois isso não só garante a conformidade legal mas também promove um ambiente de trabalho mais seguro e saudável. Portanto, capacitar os colaboradores sobre o significado e a importância destas normas, bem como sua aplicação prática, potencializa a criação de um ambiente de trabalho seguro.

7) Sinalização adequada

Utilize sinalização adequada para alertar os funcionários sobre perigos potenciais e instruções de segurança em áreas de risco. A sinalização deve ser clara e visível, com símbolos universalmente reconhecidos para facilitar a compreensão.

Além disso, é importante atualizar regularmente a sinalização de acordo com as mudanças no ambiente de trabalho.

Já ouviu falar em Equipamento de Proteção Coletiva? Saiba mais!

8) Atenção ao lidar com substâncias perigosas

Garantir que as substâncias perigosas sejam armazenadas, manuseadas e descartadas de forma adequada é primordial para a segurança dos colaboradores. A empresa deve fornecer treinamento sobre os procedimentos corretos com essas substâncias e garantir o uso de equipamentos de proteção individual ao lidar com elas.

Ainda, é importante manter os registros atualizados sobre o armazenamento e uso dessas substâncias para garantir a conformidade com as normas regulamentadoras.

9) Promova pausas regulares

Anteriormente vimos que o cansaço é uma das principais causas dos acidentes de trabalho. Sendo assim, promover o equilíbrio entre trabalho e descanso é crucial para evitar o esgotamento físico e mental dos colaboradores. Portanto, pausas regulares durante a jornada de trabalho são fundamentais para permitir a recuperação da mente e do corpo.

Também, é importante incentivar os colaboradores a aproveitar plenamente seu tempo de descanso e férias, pois melhora o bem-estar, aumenta a produtividade e motivação. Adotar essas práticas demonstra cuidado com a saúde dos colaboradores e promove um ambiente de trabalho saudável e produtivo.

10) Investigue Incidentes

Caso, ainda assim, ocorram incidentes, é preciso investigá-los para identificar as causas.

Não se trata de atribuir culpa, mas sim de aprender e evitar recorrências. Envolvendo a equipe e especialistas, é possível analisar as circunstâncias. Portanto, documentar cada incidente contribui para treinamentos e melhora da segurança.

Aplicativo de Checklist para Segurança do Trabalhoaplicativo de checklist

Os Aplicativos de Checklist transformam a maneira como as empresas abordam a segurança, oferecendo padronização, registro fotográfico de situações e monitoramento em tempo real.

Com o aplicativo, as empresas conseguem criar checklists personalizados que atendem às suas necessidades específicas, garantindo que todos os protocolos de segurança sejam rigorosamente seguidos. Além disso, permite o registro fotográfico de situações, proporcionando uma documentação visual valiosa para análises futuras. O monitoramento em tempo real é outro diferencial que amplia a capacidade das empresas de prevenir acidentes antes que eles ocorram.

Por isso, a adoção do Aplicativo de Checklist representa um passo significativo em direção a um ambiente de trabalho mais seguro e eficiente, demonstrando um compromisso com a saúde e segurança dos colaboradores.

Considerações sobre prevenção de acidentes

Investir em prevenção é investir em qualidade de vida e em um ambiente mais produtivo e confiável. A segurança no trabalho vai além da técnica, envolvendo ações e posturas essenciais para as organizações.

A prevenção de acidentes é uma responsabilidade compartilhada e contínua, que exige comprometimento e ação constante. Por meio da conscientização, treinamentos adequados e implementação de medidas específicas, é possível manter a segurança e a integridade dos trabalhadores, agregando valor à empresa e à sociedade como um todo.

A jornada rumo a um ambiente de trabalho seguro e eficiente é construído com base em inovação e tecnologia. Então o Aplicativo de Checklist se destaca como uma ferramenta digital para as empresas que buscam a prevenção de acidentes.

Dessa forma, integrar o aplicativo nas estratégias de segurança otimiza processos e demonstra respeito pela vida e bem-estar dos colaboradores, enfatizando que a prevenção é essencial para um futuro seguro e produtivo.

Quer conhecer o aplicativo? Agende uma demonstração gratuita e converse com nossos especialistas em negócios e tecnologia!

Conheça o aplicativo de checklist

Checklist

DDS: Prevenção de acidentes através do diálogo diário de segurança

Os Diálogos Diários de Segurança (DDS) fazem parte de uma rotina voltada para...

Logística

Transporte de produtos perigosos: guia de regulamentações e segurança

O transporte de produtos perigosos representa um desafio significativo no setor ...

FALE COM UM ESPECIALISTA

Conheça os potenciais da plataforma para a sua empresa.

QUASE LÁ!

Preencha os dados abaixo para garantir sua demonstração gratuita.

Pular para o conteúdo