Nova economia é tema de palestra promovida pela Amcham

Na manhã de 13 de setembro de 2018, no ambiente de inovação e conexão da uMov.me Arena, a Amcham – Porto Alegre promoveu palestra com Marcus Rossi, sobre nova economia aos seus associados. Rossi é CEO da Summit Hub, empresa criada após o sucesso do evento Gramado Summit (GS), e que engloba ainda a Summit Talk e Start zero, a mesma “nasceu para gerar conexões capazes de promover o empreendedorismo” segundo Marcus. 

A Summit Hub como agente de interação na nova economia

A empresa de Marcus tem atualmente três principais divisões, sendo estas: Gramado Summit, evento que ocorre na cidade de Gramado há 2 anos e considerado o maior encontro de startups do Brasil.

O Gramado Summit busca “dar oportunidade a startups que estão na linha de zero e um” segundo Marcus, são 80 investidores que estão presentes para apoiar quem busca por uma nova forma de empreender. Reunir startups e investidores é o insight de Marcus para o Gramado Summit.

A repercussão do evento chamou atenção de José Galo, 6° maior CEO do mundo, diretor das lojas Renner, que em 2018 declarou: “A Gramado Summit ajuda muito o País a ser mais competitivo.” O terceiro evento em 2019 será inspirado por essa frase, de acordo com Rossi.

A iniciativa de Marcus tem números que mostram o crescimento do seu negócio na nova economia, só em 2017, foram 130 startups, 80 investidores e 2.500 visitantes. Marcus expõe que, em média, 5 milhões tem sido investido em startups graças à conexão proporcionada pelo GS.

A segunda divisão da Summit Hub é a Summit Talk, que visa interação, em debates de 2 horas, com 100 participantes, entre, como Marcus coloca “pessoas geniais com ideias diferentes”. A ideia do Summit Talk é proporcionar ao espectador conversas inteligentes sobre assuntos em pauta atualmente.

Start Zero é terceira divisão da empresa, são matérias que buscam expor as histórias de startups que não tem ainda a sua divulgação por grandes mídias. O projeto tem apenas 1 mês, porém tem sido relevante para mostrar que existem histórias a serem contadas, histórias de pessoas que querem fazer diferente, buscam por inovação.

As principais lições sobre o mercado de startups

Marcus, a partir da relação com mais de 200 startups, sugere cinco lições para quem quer empreender na nova economia:

  1. A roda já foi inventada: não queira abrir um mercado, é o caminho mais difícil a se tomar. Aperfeiçoar, quase sempre, é melhor que criar. Grandes empresas como Apple, não criaram nada, reinventaram e aperfeiçoaram produtos existentes no mercado.
  2. Mude rápido ou morra: o mercado muda rápido e um dos grandes diferenciais de startups é sempre se reinventar, inovar em locais grandes é difícil em vários níveis. O mercado muda rápido.
  3. Se tudo estiver sob controle, você está devagar demais: as coisas não podem ser sempre previsíveis, pois se tudo é fixo e muito estruturado, não sobra lugar para a inovação, os grandes talentos do mercado são jovens e procuram causas diferentes para apoiar.
  4. Você não será inovador se estiver buscando por Glamour: o salário, a escala de coisas materiais que você pode possuir, devem ser a consequência. Cargos, salários e lugares, não determinam o sucesso de ninguém. Empresas onde não existem lugares fixos para sentar, não possuem cargos, podem ser tão bem-sucedidas o quanto as que possuem.
  5. Resiliência: Persista. A frase que deve ser seu guia é “não importa o quanto você bate, mas sim o quanto você aguenta apanhar e continuar”. Procure sempre insistir em mudar, em fazer diferente, inove!

Com as lições sobre o mercado, Marcus encerrou a palestra incentivando os participantes da mesma a nunca saírem do estágio Beta, pois através de testes é possível estar em constante inovação.

Clique aqui e confira as fotos