A manutenção detectiva como forma de prevenir incidentes e frotas parada

A manutenção detectiva é uma forma de evitar muitos transtornos urbanos, por isso, é preciso compreender o seu significado e importância.

Quando um problema não fica totalmente visível, é quase impossível achar uma solução, não é mesmo? 

Mas você, como gestor, pode aprender a prever pequenos ou grandes incidentes, evitando-os e melhorando os processos ao seu redor.

Continue acompanhando para compreender melhor sobre a manutenção detectiva especialmente em vias urbanas.

O que é manutenção detectiva?

O termo detectar significa revelar ou descobrir algo que está encoberto ou escondido. Portanto, se analisarmos bem esse conceito já temos um norte sobre o que esse tipo de manutenção é. 

Afinal, ela é capaz mostrar um problema de pequena dimensão, mas que é quase imperceptível aos olhos de quem não tem o devido conhecimento técnico.

Isso vale para as vias públicas ou equipamentos. Isso porque, nem sempre quem opera as máquinas conhece a fundo o seu funcionamento. Assim, as falhas acontecem em plena execução de uma tarefa, por exemplo.

Logo, mais do que encontrar as falhas é importante ter um plano de ação para corrigi-las. De forma rápida e periódica, evitando transtornos maiores.

Para que isso aconteça é importante ter um bom planejamento de manutenções. Assim, o gestor consegue verificar qual a periodicidade dessa checagem, bem como outros pontos. Por exemplo, em qual estágio o equipamento estava na última manutenção.

Vale lembrar que não há uma padronização para realizar a manutenção detectiva. Isso porque as máquinas são diferentes e o seu tipo de conservação também. 

Assim como o objetivo de cada uma delas. Porém, o planejamento dá um norte para o gestor, como dissemos anteriormente.

Qual a diferença entre manutenção preditiva e detectiva?

Há muitas pessoas que confundem a manutenção detectiva com a preditiva. Afinal, elas parecem similares, mas se analisarmos bem, existem detalhes diferentes, notando suas singularidades.

A manutenção preditiva tem sua base os dados que são coletados em sistemas, embasados em variáveis e parâmetros que são pré-estabelecidos. Portanto, sua medição é por fatores quantitativos e sistêmicos. 

Ela é feita por:

  • Monitoramento das vibrações;
  • Acompanhamento de termografia;
  • Análise de rachaduras ou trincas,
  • Coletas de dados em sistema;
  • Outras metodologias. 

Em contrapartida, a manutenção detectiva se baseia nas percepções dos colaboradores. Mesmo com a identificação feita por meio de dados, ela usa testes realizados em dispositivos de proteção. 

As avaliações são feitas periodicamente, a fim de evitar qualquer dano. Mas também, para identificar aqueles problemas que são imperceptíveis sem conhecimento técnico. 

Por isso, é necessário acompanhar mais de perto a cadeia utilizando dispositivos de alta segurança, com testes eficazes.

Então, podemos dizer que a manutenção detectiva é uma corretiva, só que mais planejada, pois ela impacta diretamente na vida útil dos equipamentos. 

3 passos para fazer a gestão da manutenção detectiva

Para que os equipamentos e maquinários estejam sempre funcionando perfeitamente, ter uma gestão de manutenção detectiva é essencial. Afinal, quando há falhas operacionais todo o processo de produção é impactado.

Veja 3 dicas para que o seu gerenciamento seja eficiente:

1) Monitore o estoque de manutenção

A empresa precisa ter o controle de tudo que há em seu estoque de manutenção para garantir a rapidez em todos os reparos. 

Dessa forma, sabe-se exatamente o que há separado para realizar as correções sem atrapalhar a cadeia produtiva.

2) Controle a disponibilidade de mão de obra

Ter o controle da sua mão de obra disponível é essencial. Assim, saberá quem tem falta, quem está de atestado ou quem possui hora extra. 

Afinal, sem essas informações, fica difícil saber como programar os serviços de manutenção detectiva e outras. Portanto, é necessário coletar todos esses dados para programar as revisões ou possíveis reparos. 

3) Administre os custos de cada manutenção

O grande diferencial para essas manutenções serem um sucesso é saber previamente se terão algum gasto. Portanto, administre isso com eficiência!

Quais as falhas podem ser detectadas nesse tipo de manutenção?

Por meio do teste de detecção de falhas, a manutenção detectiva permite que você encontre os seguintes problemas:

  • Desgastes de peças e sensores de equipamentos ou máquinas;
  • Deterioração por mal uso, seja por excesso ou estava em ambiente inadequado;
  • Corrosão dos componentes eletrônicos ou mecânicos;
  • Metais com corrosão;
  • Fios elétricos esfacelados, com perigo de causar curto circuito;
  • Itens mecânicos com estresse;
  • Envelhecimento de materiais ou do equipamento;
  • Outros tipos de falhas.

Outros tipos de manutenção 

A manutenção detectiva engloba uma série de outras práticas dentro da gestão. Entre elas, veja quatro tipos de manutenção que a auxiliam:

Manutenção preditiva

Quando são necessários ajustes e estes precisam ser feitos periodicamente. 

Portanto, essa manutenção serve para descobrir nesse intervalo de tempo quais são os possíveis defeitos.

Manutenção corretiva

Esse tipo de manutenção é planejada com foco em rever os danos causados nas máquinas ou equipamentos. Eles podem, até mesmo, ser descontados durante a detectiva. 

Manutenção autônoma

A manutenção autônoma é realizada capacitando os colaboradores da sua empresa. 

É importante que eles tenham consciência sobre a preservação das máquinas e equipamentos que usam. Assim, eles zelam pelo bom funcionamento das mesmas.

Manutenção preventiva

Uma manutenção feita de tempos em tempos para evitar danos ao equipamento. Portanto, ela tem como base o ciclo de vida da máquina, mesmo que não haja danos aparentes.

Todas essas ações compõem a manutenção detectiva, formando um eficiente planejamento estratégico para evitar erros ou problemas maiores nos equipamentos. Portanto, seu objetivo é manter a constante produtividade.

De que forma a tecnologia de aplicativos auxilia na manutenção?

Ter um bom plano de manutenção é essencial, mas contar com a tecnologia como aliada é imprescindível! Ela auxilia na obtenção de bons resultados e zelo por suas máquinas e equipamentos. 

Veja algumas formas que a tecnologia de aplicativo te ajuda com esse tipo de manutenção:

Otimização de tempo

Evitar deslocamentos desnecessários é importante para não comprometer o seu rendimento. Às vezes, a manutenção detectiva pode ser feita a distância, com apenas alguns cliques. 

Ir e vir para buscar ferramentas ou atender chamados que são simples é algo do passado. A tendência é economizar tempo e aumentar a eficiência. 

Compartilhar imagens e documentos Checklist veicular - vistoria

Descrever um problema pode ser algo trabalhoso e, muitas vezes, de difícil compreensão. É por isso que contar com aplicativos que possuem captura de imagens, áudios e vídeos com armazenamento em nuvem otimizam o tempo dos funcionários envolvidos.

Além disso, essas capturas podem ser utilizadas para compor os relatórios.

Rapidez para identificar o problema 

Nem sempre é preciso estar no local para identificar o problema de uma máquina. Com a evolução da tecnologia, a manutenção detectiva ficou mais rápida e prática de realizar. 

Para exemplificar, um funcionário que opera o equipamento pode tirar uma foto de como ele está e o responsável pela manutenção tem como analisar com riqueza de detalhes sua real situação. Caso haja necessidade, aí ele se desloca!

Redução de custos 

Utilizar ferramentas tecnológicas para a manutenção detectiva também impactam na redução de custos e na economia financeira.

Pois ao utilizar a tecnologia de aplicativos, a empresa evita maiores problemas como frota parada e altos custos com manutenção corretiva. Além disso, uma solução que utiliza a tecnologia no-code, não requer altos investimentos e pode ser personalizada de acordo com as necessidades da empresa. 

Segurança de dados

Os aplicativos de manutenção são programados para manter todos os dados em segurança. Por isso, eles são armazenados na nuvem, com toda a integralidade do programa. Assim, a troca de informações torna-se mais segura!

Conclusões sobre manutenção detectiva

Viu como a manutenção detectiva pode ajudar o seu negócio? Afinal, você pôde conferir nos tópicos anteriores a sua importância para manter um equipamento ou máquina em pleno funcionamento. Além de melhorar a agilidade da sua produção. 

Há muitos benefícios em implantar essa prática em sua empresa. Alguns deles são:

  • Redução de gastos;
  • Melhoria da previsão de custos;
  • Capacidade produtiva mapeada e;
  • Treinamentos constantes.

O bom planejamento é o segredo para que haja manutenção detectiva eficiente em sua empresa. Dessa forma, o profissional vai ter por onde se nortear e como realizar o procedimento com qualidade e eficiência.

E a uMov.me tem o objetivo de te ajudar a ter sucesso na manutenção detectiva e em todos os seus processos. Com o aplicativo de ordem de serviço você consegue planejar melhor as manutenções, sem afetar a operação ou não lembrar da periodicidade das suas revisões.

Vamos otimizar a operação em campo da sua empresa com o Aplicativo de OS? Agende uma demonstração gratuita!

CR-gestao-de-equipes-em-campo

Ordem de Serviço

O que é um plano de manutenção e porque é tão importante

Ter um plano de manutenção é fundamental para uma gestão de qualidade em qua...

Aplicativos customizados

Darcy Pacheco: automatiza processos e tem ganhos na comunicação com aplicativo customizado

Com um aplicativo de checklist e ordem de serviço criado para atender às neces...

FALE COM UM ESPECIALISTA

Conheça os potenciais da plataforma para a sua empresa.

QUASE LÁ!

Preencha os dados abaixo para garantir sua demonstração gratuita.