Como elaborar estratégias de trade marketing eficientes

Estratégias de Trade Marketing
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Quer investir em melhores práticas no ponto de venda, mas não sabe como elaborar estratégias de trade marketing eficientes? Este artigo é para você!

Trabalhar com trade marketing é sempre um aprendizado contínuo, seja dos hábitos de consumo do público ou dos próprios processos internos. 

Além disso, com um mercado cada vez mais competitivo, a busca por uma vantagem competitiva é uma eterna jornada para alcançar resultados positivos. Por isso, elaborar estratégias de trade marketing eficientes é imprescindível para garantir o sucesso da marca.

Este artigo vai apresentar 3 tópicos importantes na elaboração de estratégias de trade marketing para que você alcance eficiência no seu ponto de venda.

1) Tenha um planejamento alinhado

Qualquer planejamento de estratégia precisa ser destrinchado nos menores detalhes para evitar erros. No caso das estratégias de trade marketing, há alguns pontos bem significativos para considerar.

O primeiro deles sendo a importância de uma equipe focada nos objetivos da empresa. Um time treinado com foco nas metas da empresa é essencial para a efetiva compra do produto da empresa. 

A equipe de trade marketing consiste em promotores de venda e gestores alinhados para promover o ponto de venda da marca de maneira que atraia mais clientes cada vez mais.

Um planejamento com estratégias de trade marketing se torna eficiente quando é composto por uma equipe que compartilha informações preciosas sobre o ponto de venda e o consumidor, bem como aquela que põe em prática táticas para fisgar o cliente no PDV – lembrando que 70% dos clientes compram por impulso, segundo o CDL.

A experiência do consumidor no ponto de venda é outro ponto que precisa ser considerado no planejamento. Neste aspecto, a coleta de informações no PDV é de total importância nesse momento, visto que a aparência do ponto de venda, reposição frequente de produtos e ações promocionais são aspectos importantes para uma melhor experiência do cliente no PDV.

Além disso, a experiência do consumidor no PDV pode se tornar melhor ainda se ele utilizar seus 5 sentidos: 

  • a visão é usada para apreciar um ponto de venda organizado em ambiente arejado e iluminação adequada conforme o planograma
  • o tato pode ser utilizado se o produto estiver acessível para o cliente tocá-lo; 
  • a audição é aguçada com música que combina com sua persona; 
  • o paladar e o olfato podem ser utilizados quando a ação de degustação é realizada, no caso de alimentos. 

Outros produtos podem investir em cheiros característicos da marca para despertar memórias positivas, por exemplo.

Outra parte do planejamento é referente à relação do fabricante com seu distribuidor. O relacionamento transparente e no formato bilateral entre esses dois cria uma parceria que pode se tornar uma vantagem competitiva forte. 

No planejamento precisa ficar claro as reais expectativas e objetivos de cada uma das partes, bem como informações sobre o volume de vendas do distribuidor, sua área de atuação e as características do público em seu entorno, por exemplo. 

Todas as variáveis que possam influenciar a aceitação do produto pelo consumidor final precisam ser consideradas neste momento.

2) Aposte na abordagem multimídia

Embora o ponto de venda seja o cenário da tomada de decisão do consumidor, é importante ressaltar que a sua jornada de compra começa muito antes de sua entrada no supermercado, na loja ou no showroom. 

O consumidor moderno já projeta suas intenções de compra estando ainda em casa, com pesquisas na internet; no trabalho, com sugestões de colegas; ou até mesmo na rua, sendo impactados por propagandas em outdoors, conversas de estranhos na parada do ônibus e em happy hour com os amigos, por exemplo.

Ou seja, a abordagem do produto precisa estar alinhada entre as estratégias de trade marketing no PDV e os canais digitais da marca. 

Isso significa que as estratégias de trade marketing não devem se limitar ao ponto de venda, mas sim igualmente envolver o planejamento digital da marca, deixando todos os canais da empresa com o mesmo discurso, estética e evidência de produtos.

Então aqui vai a dica: considerar os canais digitais como uma forma de extensão do ponto de venda é uma forma de estreitar ainda mais o relacionamento de marca e consumidor.

3) Mobilidade na execução de estratégias de trade marketing

Com objetivos planejados e alinhados em todos os canais da marca, chegou a vez de botar em prática o trabalho idealizado. 

Nessa etapa da estratégia o ponto de venda é o protagonista da vez e chegou o momento de surpreender o consumidor final e aumentar as chances de aquisição do seu produto. 

Para que tudo saia conforme o planejado, a solução é integrar a tecnologia aos processos de trabalho do profissional de trade.

As estratégias de trade marketing estão diretamente ligadas a tecnologia que permite um trabalho mais otimizado e, por consequência, mais eficiente. Plataformas tecnológicas registram todas as atividades do promotor no ponto de venda, bem como organizam de forma analítica as informações coletadas por eles. 

Assim é possível acompanhar e avaliar e mensurar os resultados de cada PDV e agir em novas estratégias se for necessário.

A uMov.me possui uma solução personalizada de acordo com as necessidades de cada negócio. A plataforma da uMov.me possibilita a criação de aplicativos de trade marketing, permitindo que a gestão de promotores seja realizada com eficácia, de maneira rápida e simples.

A coleta de informações no ponto de venda também tem seu destaque aqui, com dados de estoque, identificação de ruptura e índices de quantidades vendidas, por exemplo. 

As funcionalidades são variadas: há integrador de banco de dados, importação e exportação de dados, leitor de código de barras e QR Code e muito mais. Todas as informações ficam agrupadas em um dashboard atualizado em tempo real para o gestor tomar decisões mais assertivas durante o andamento das atividades diariamente.

Essa mobilidade na execução de estratégias de trade marketing facilita não apenas o trabalho do gestor que comanda as equipes remotamente, como também traz retornos financeiros para a empresa – já que o aplicativo de trade marketing otimiza o tempo do promotor, deixando-o com mais tempo para ações específicas de relacionamento com o consumidor.

Quer saber mais sobre a gestão do ponto de venda? Baixe nosso infográfico Boas práticas em trade marketing!

Aplicativo de trade marketing da uMov.me ajuda seu negócio!

Com o cenário digital cada vez mais em evidência, as estratégias de trade marketing precisam se tornar cada vez mais digitais também, seguindo os hábitos de seus consumidores para que fortaleça seu relacionamento a cada momento de contato com a marca. Levar em consideração esses 3 tópicos apresentados é essencial para manter sua marca competitiva e conquistar potenciais clientes de uma vez por todas.

E a uMov.me pode ajudar seu negócio nessa missão. A uMov.me é uma plataforma de criação de aplicativos customizados. Seu foco é ajudar equipes em campo a se tornarem cada vez mais eficientes em suas jornadas de trabalho. Um dos aplicativos da uMov.me é voltado para equipes de trade marketing, viabilizando a consulta e coleta de dados nos pontos de venda pelos promotores.

Para mais informações sobre o aplicativo de Trade Marketing da uMov.me, agende uma demonstração e fale com a gente!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

confira mais conteúdos!

vamos conversar?

Preencha os dados abaixo e entenda os benefícios de um aplicativo customizado para seu negócio.

grarfismo_home