Empreendedorismo para iniciantes: 5 erros para não cometer

Empreendedorismo para iniciantes: 5 erros para não cometer

O empreendedorismo para iniciantes tem obstáculos que podem ser superados com facilidade quando entendemos por que eles acontecem. Saiba como ser um empreendedor na área da tecnologia e evitar a queda em erros comuns!

Um novo recorde em empreendedorismo iniciante marcou 2023: mais de 257 mil novos negócios foram criados, de acordo com informações do Serasa

Cada vez mais, as pessoas estão deixando seus postos de empregos formais e investindo no empreendedorismo, abrindo novas empresas e vivendo seus sonhos.

No entanto, apesar de empreendedores novatos terem uma audaciosa vontade de trabalhar e inovar em seus segmentos, muitas vezes acabam deixando de lado atitudes básicas que podem minar o investimento no negócio escolhido logo nos primeiros momentos de vida.

São problemas que acontecem desde o setor administrativo até o operacional, contribuindo com o fechamento de muitas microempresas.

De olho no sucesso do seu negócio, selecionamos 5 erros comuns que podem ser evitados nos primeiros meses após a abertura do estabelecimento ou da prestação de serviço.

Como ser um empreendedor iniciante?

Ser um empreendedor iniciante requer uma combinação de habilidades, mentalidade e ações específicas para construir e administrar um negócio de sucesso – evitando que quebre nos primeiros meses de vida. 

Alguns canais podem ajudar, como:

Garantir sucesso como empreendedor requer tempo, esforço e dedicação. Por isso, o primeiro passo dessa nova empreitada é estudar muito: sobre o mercado de atuação, o mercado financeiro e sobre o nicho de atuação desejado. 

5 erros para evitar ao iniciar no empreendedorismo

Você decidiu abrir o seu próprio negócio e quer ter sucesso no empreendedorismo iniciante? Então, tenha atenção redobrada nos erros mais comuns que acontecem com quem está começando.

1) Atuar na informalidade do empreendedorismo

Mesmo se a sua intenção for fugir dos altos impostos, o empreendedorismo informal não é encorajado – dificulta a contratação de funcionários e a obtenção de créditos a juros mais baixos.

Além disso, não recolher um valor ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode gerar problemas jurídicos (por se tratar de empresa de uma pessoa física) e prejudicar sua aposentadoria e salário maternidade, por exemplo.

Portanto, a dica é buscar a profissionalização, com respeito às normas burocráticas e mantendo os improvisos distantes do seu negócio.

Uma solução comum é abrir um tipo de CNPJ para Microempreendedor Individual (MEI). A abertura é gratuita e o valor de contribuição mensal é acessível – tanto que mais de 81% dos novos negócios abertos em 2023 são MEI. 

Veja como abrir o seu MEI.

2) Desconsiderar a gestão financeira

No Brasil, em 2023, mais de 250 empresas abriram pedido de falência.

Caso o empreendedor iniciante não dê atenção à saúde financeira do seu negócio, pode ocorrer uma perda de controle, principalmente no fluxo de caixa, o que prejudica as contas e os rendimentos, além de gerar multas e problemas judiciais.

Afinal, é preciso saber quanto foi investido, a margem de lucro em cada produto, os pagamentos que precisam ser realizados, encargos sociais dos colaboradores e outras variáveis para manter sua atividade contábil saudável.

A dica é manter planilhas organizadas para controlar os valores que entram e saem, assim, o planejamento do seu negócio a curto, médio e longo prazo estará totalmente seguro.

Dica extra: não confunda as finanças da empresa com as finanças pessoais – isso pode colocar em risco a saúde financeira do seu negócio.

3) Desconhecer o mercado

A elaboração de um plano de negócios é essencial antes da abertura do seu empreendimento.

Por meio dessa atitude, você conhecerá o mercado, a concorrência e o público-alvo. Ou seja, terá informações apuradas para evitar erros nos primeiros meses do negócio.

Por isso, quem desconhece o mercado, frequentemente, enfrenta sérios problemas na gestão, podendo inclusive fechar as portas bem antes do lucro entrar no caixa.

4) Sonhar com ideias mirabolantes

Sonhar faz parte do planejamento de um negócio, mas para um negócio empreendedor ter sucesso é preciso ser realista. Ideias mirabolantes sem pesquisa e testes correm risco de ser golpeadas pelo mercado.

Por isso, trace objetivos e métricas para nortear ações do seu negócio e acompanhar sua evolução.

5) Ignorar marketing e divulgação

Qualquer negócio precisa ser visto e gerar curiosidade nos futuros clientes – e a internet pode ser um ótimo lugar para isso.

Além disso, as redes sociais promovem mais agilidade para atingir o público-alvo do seu negócio. Adote estratégias de comunicação, principalmente no começo do negócio.

A digitalização dos negócios avançou muito nos últimos anos. Entre 2020 e 2023, vimos crescer o uso de tendências como inteligência artificial, internet das coisas e automações.

Um bom empreendedor, mesmo que iniciante, sabe que a tecnologia está disponível para auxiliar os negócios e vai utilizar tudo o que está à disposição para crescer com o seu negócio.

Empreender na tecnologia: plataforma no-code como oportunidade de negócio

Falando em tecnologia, as soluções no-code são grandes aliadas do empreendedorismo iniciante.

Utilizar uma plataforma no-code não demanda conhecimento em desenvolvimento e programação. Com informações básicas sobre o segmento de negócio, você já pode ter um aplicativo personalizado. Como a Evne fez!

Com mais de 15 anos no mercado, a empresa Evne atua na área de desenvolvimento de aplicativos e inteligência de mercado. 

Ela utiliza a Plataforma uMov.me e cria aplicativos customizados de acordo com as necessidades de seus clientes.

Saiba mais sobre esse caso no blog da uMov.me!

Considerações sobre empreendedorismo para iniciantes

O empreendedorismo oferece um vasto mundo de oportunidades, mas também traz consigo desafios significativos.

Exige disciplina, dedicação, planejamento e comprometimento. Mas não desista!.

Para alcançar o sucesso, é crucial evitar erros comuns que podem minar os seus planos nos primeiros meses. A formalização do negócio, a gestão financeira adequada, o conhecimento do mercado, a realidade das ideias e um sólido marketing e divulgação são componentes essenciais para o sucesso. 

Além disso, o empreendedorismo na área da tecnologia oferece oportunidades únicas, com soluções no-code simplificando o desenvolvimento de aplicativos personalizados. 

COnheça a melhor plataforma para criar aplicativos para empresas

* Texto publicado originalmente em 1 de agosto de 2017 e atualizado em 14 de setembro de 2023

Checklist

Como criar um relatório de não conformidade simples e eficiente

O relatório de não conformidade (RNC) é um registro que permite identificar a...

Logística

Crowdshipping: um guia sobre o assunto para iniciantes

O termo crowdshipping representa uma modalidade logística de remessa coletiva, ...

FALE COM UM ESPECIALISTA

Conheça os potenciais da plataforma para a sua empresa.

QUASE LÁ!

Preencha os dados abaixo para garantir sua demonstração gratuita.