Automação: conteúdo especial com dados + como implementar!

Automação
Automação
Preencha os dados abaixo para garantir uma demonstração gratuita:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

A automação chegou às empresas, fábricas e casas, impulsionada por novas tecnologias e a evolução da indústria 4.0. 

O ser humano, que busca soluções para mecanizar suas atividades desde a pré-história, e a invenção da roda é um exemplo disso, agora tem o conhecimento e as ferramentas necessárias para construir e viver definitivamente a era da automação. 

Neste texto, você vai aprender tudo o que é importante saber sobre automação, seus impactos e desdobramentos no trabalho. E como bônus, verá como você pode se tornar um agente de transformação digital na sua empresa, implementando iniciativas eficazes e realistas de automação das atividades do seu cotidiano profissional. 

 

O que é automação?

Em linhas gerais, trata-se de um sistema capaz de controlar ações/tarefas de forma autônoma. Isto é, possibilitar que atividades sejam realizadas sem a necessidade de presença humana.

O termo tem origem no grego autómatos, que significa “que se move sozinho”. 

Na prática, o objetivo da automação é facilitar e otimizar processos/tarefas. Assim é possível agilizar ações repetitivas e dar melhor qualidade de vida e trabalho às pessoas. 

 

Automação ou automatização, qual é o certo?

A maior parte das pessoas utilizam as duas palavras como sinônimos. E está certo, conforme indica o dicionário

No entanto, costuma-se compreender a automação como uma ação em que a interferência humana é menor que a automatização.

 

Quando surgiu a automação e quem inventou? 

Dois nomes se destacam na história da automação: James Watt e George Devol. 

Em 1788, James Watt criou um dispositivo que realizava a regulação do fluxo de vapor em máquinas. Foi um sistema de controle automatizado revolucionário para a época. 

Mais tarde, em 1954, George Devol foi o responsável pelo surgimento dos primeiros robôs. No início foram utilizados no transporte de materiais perigosos, entretanto logo depois a GM passou a utilizar robôs na soldagem em sua linha de produção. 

Com a indústria 4.0, também chamada de quarta revolução industrial, tecnologias físicas, digitais e biológicas avançaram rapidamente e estão levando a automação para dentro de todas as empresas. 

 

E como fica o futuro do trabalho?

Uma pesquisa da PwC (2020) mostrou que 65% dos profissionais acreditam que as novas tecnologias e a automação trarão oportunidades.

Essa percepção mostra que ficou para trás a ideia catastrófica de que a automação iria acabar com os empregos. Contudo, vai transformá-lo e isso é amplamente reconhecido. Na mesma pesquisa, 92% dos entrevistados disseram se preocupar com as suas requalificações. 

Para o futuro do trabalho, 94% das pessoas imaginam que suas rotinas profissionais serão mais produtivas e interessantes. De fato, a automação dá agilidade às organizações e, assim, desde que empresas e profissionais estejam preparados, garante muitos benefícios. 

 

Quais os benefícios da automação?

  1. Redução de erros operacionais
  2. Maior segurança do trabalhador
  3. Melhora de qualidade da produção
  4. Aumento de produtividade
  5. Precisão nas execuções
  6. Padronização de produtos e serviços
  7. Agilidade em todos os processos
  8. Controle em tempo real
  9. Monitoramento remoto
  10. Vantagem competitiva real

Só nessa lista, mostramos dez benefícios da automação para os negócios e o dia a dia dos profissionais, independente da área ou setor de atuação. O importante é saber que tipo de automação você necessita, quais processos precisa digitalizar ou automatizar, e, lógico, como fazer isso se tornar uma realidade.

 

Tipos de automação

A primeira segmentação dos tipos de automação está em sua finalidade principal: residencial, comercial ou industrial. Dentro de cada uma delas, há um universo à parte.

 

Automação residencial

Refere-se às tecnologias projetadas para facilitar as tarefas de casa. É possível automatizar câmeras, cortinas, fechaduras, lâmpadas e muito mais. 

Com o avanço das tecnologias voltadas para o que é chamado de “casas inteligentes”, essa realidade se tornou acessível e pode ser implementada com dispositivos controlados por aplicativos em smartphones. 

 

Automação comercial

Está presente do varejo ao atacado, da área da saúde ao atendimento ao cliente, passando por setores mais tradicionais e até de atividades de escritório. Toda empresa pode e deve otimizar seus processos e tarefas. 

Esse tipo de automação utiliza ferramentas e aplicativos para agilizar e dar mais eficiência da operação à gestão de um negócio

 

Para que serve a automação comercial?

  1. Planejamento e roteirização de equipes;
  2. Controle de jornada e ponto eletrônico;
  3. Solicitação de pedidos de vendas e compras;
  4. Pesquisas de concorrência;
  5. Checklists de manutenções;
  6. Monitoramento das execuções de tarefas;
  7. Coleta de informações em tempo real;
  8. Digitalização de documentos;
  9. Coleta de assinatura digital;
  10. Gestão de performance com KPIs personalizados.

Sabia que você pode fazer tudo isso com aplicativos? E mais, sob medida para as regras e necessidades do seu negócio. Tudo completo, rápido e sem programação! Quer saber como? Fale com um de nossos especialistas!

 

Automação industrial

Visa aumentar a produção e melhorar a rotina de trabalho, simplificando processos e os tornando mais seguros. De modo geral, ela é dividida em três:

 

Fixa

Leva esse nome por seus equipamentos serem configurados somente uma vez. É utilizada para operações repetitivas e contínuas, em plantas industriais permanentes. Sua principal vantagem costuma ser a alta capacidade produtiva. 

 

Programada

Projetada para a produção de produtos variados, é composta de um sistema de máquinas/hardware que pode alternar funções de acordo com mudanças no comando do programa/software. Tem na versatilidade sua principal vantagem.

 

Flexível

A automação flexível tem no seu dinamismo o principal diferencial. Carrega semelhanças das duas anteriores, sendo considerada um modelo híbrido em que a produção pode ser ajustada em processos programados ou fixos. 

 

Principais exemplos

Muita coisa envolve automação no seu cotidiano e é tão naturalizado que passa até despercebido. Um exemplo marcante é do elevador: é só apertar um botão que o comando é entendido e o elevador vai até você; e quando entra, a porta se fecha sozinha. Ninguém precisa manobrar um elevador até o andar desejado. 

Outro exemplo é do processo de coleta e entrega de mercadorias. A maioria das pessoas não sabem e nem pensam nisso, mas transportadoras podem usar aplicativos para gerar automaticamente as melhores rotas a serem percorridas pelo motoristas. 

O mesmo app pode ainda servir para o registro da execução do serviço, coleta de assinatura digital do destinatário, leitura de código de barras e muitas outras funcionalidades, tudo em tempo real. 

Leia também: 5 exemplos de automatização de processos

 

Como implementar a automação na sua empresa?

O primeiro passo é mapear todos os processos e tarefas que podem ser automatizados. Ao longo do texto, você viu muitos deles! 

Entender onde você pode ganhar mais tempo e/ou qualidade, quais dados e informações precisa coletar para tomar decisões mais assertivas, tudo isso também é importante.

Conhecendo as suas necessidades de negócio, procure parceiros especializados em automação de processos, digitalização e transformação digital para ajudar na criação de soluções e aplicativos sob medida para o que você precisa!

Aqui na uMov.me, já ajudamos mais de 10 mil empresas a aperfeiçoarem suas operações com o uso de aplicativos. Quem sabe a sua empresa possa ser a próxima?! 

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Agende uma Demonstração Gratuita

Preencha os dados abaixo e confira como será o aplicativo da sua empresa.

dashboard-gerencial-app-umovme