Controle de ponto: o que é e a importância para a segurança do negócio

O controle de ponto é uma ferramenta utilizada para registrar a jornada de trabalho dos funcionários da empresa. Ele aponta também as faltas, os atrasos, os intervalos para refeições e as horas extras. É uma obrigação legal que consta na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Um controle de ponto executado de maneira eficiente traz muitos benefícios para as empresas. Além de cumprir uma determinação legal, que visa proteger tanto o empregado quanto o empregador, ele otimiza as tarefas burocráticas de organização do negócio.

A marcação do ponto só é obrigatória para empresas que tenham a partir de 20 funcionários, mas é uma ferramenta que se mostra interessante mesmo para microempresas. 

Com as soluções tecnológicas atuais, o controle de ponto pode ser realizado de maneira prática, dando à área de Recursos Humanos (RH) mais segurança e agilidade.

Quer conhecer melhor suas funcionalidades e como ele pode dar maior segurança jurídica à empresa? 

Siga a leitura e descubra mais sobre as regras previstas em nossa legislação e as ferramentas automatizadas para o registro da jornada de trabalho!

O que é o controle de ponto?

O controle de ponto é um mecanismo que auxilia na gestão da jornada de trabalho dos funcionários. Sua principal característica é fazer o registros dos horários de entrada, pausa para o almoço/lanche e saída dos colaboradores. 

Ele também serve para apontar faltas, atrasos e horas extras, facilitando a gestão dos recursos humanos da empresa.

É responsabilidade do setor de RH garantir que a empresa esteja funcionando de acordo com as regras da CLT e organizar a folha dos funcionários ao final do mês. 

Assim, com o controle de ponto informatizado é mais fácil reduzir erros relacionados ao cumprimento da carga horária de cada profissional.

Controle de ponto e a jornada de trabalho: qual a relação?

Para explicar o funcionamento do controle de ponto é importante falar sobre o conceito de jornada de trabalho. A jornada de trabalho engloba a rotina de horários dos funcionários e pode ser definida como o tempo em que ele fica à disposição da empresa diariamente.

A jornada de trabalho é acordada com o funcionário no momento em que ele assina o seu contrato de trabalho e precisa estar em conformidade com a CLT. 

A lei trabalhista brasileira diz que os funcionários que forem contratados sob o regime celetista devem possuir uma jornada diária de no máximo 8 horas diárias, 44 horas semanais e 220 horas mensais. Além disso, garante o direito de intervalo para almoço.

Algumas profissões possuem regimes diferenciados de jornada de trabalho. Por lei, as empresas têm flexibilidade na hora de contratar seus funcionários, desde que respeitem a CLT e efetuem o pagamento de horas extras, quando necessário.

Quais as formas de controle de ponto?

Agora que sabemos que o controle de ponto é um aliado da empresa para gerenciar a jornada de trabalho de seus funcionários, podemos nos debruçar sobre as melhores formas para efetuar essa medição. 

Afinal, é necessário que toda a empresa adote o mesmo sistema para garantir um controle eficiente das jornadas. 

A legislação permite que a empresa escolha qual método irá aplicar para o controle de ponto. Vejamos algumas opções:

Livro ponto

Método antigo e econômico, consiste em anotar manualmente os horários de entrada, saída e intervalos para refeição em um papel.

Ao optar pelo livro ponto, é importante se atentar para não ocorrerem erros mecânicos ou rasuras. 

A contabilidade das horas trabalhadas é manual e tem maior risco de erros de cálculo por parte do financeiro. Então, essa possibilidade demanda muita atenção por parte de quem faz o registro e também de quem organiza os dados.

Relógio mecânico

Também conhecido como ponto cartográfico ou relógio de ponto, é um método um pouco mais moderno que o livro ponto.

Nele, os funcionários têm um cartão com seu nome e cargo, que deve ser inserido na máquina para carimbar seus horários de entrada, intervalo e saída. 

Apesar de mais seguro que o ponto anotado em papel, o relógio de ponto ainda está sujeito a falhas, já que ao final do mês o RH deverá recolher todos os cartões e adicionar os horários em um sistema ou planilha, de maneira manual. 

Nesse modelo, o controle de ponto também depende de uma boa organização para que os cartões não sejam perdidos, gerando problemas para fechar a folha de pagamento.

Crachá

O uso do crachá como ferramenta para controle de ponto é possível quando este documento de identificação vem equipado com um chip. 

Ao passar o crachá numa máquina leitora do chip, é possível fazer a marcação no sistema das horas de trabalho. 

Uma vantagem desse sistema é que pode ser instalado nas catracas de entrada/saída da empresa, garantindo que os funcionários sejam obrigados a registrar o ponto para trabalhar. 

Já como desvantagem, apresenta a possibilidade de quebra ou extravio do cartão, gerando custo e trabalho para substituir.

Biometria

Uma alternativa ao crachá é o uso da biometria para controle de ponto

Esse método depende apenas de um leitor de digitais e garante bastante segurança no controle das jornadas, podendo ser adotado também no home office. 

Possui o inconveniente de algumas pessoas não terem digitais facilmente legíveis pelas máquinas, ocasionando situações desconfortáveis e tomando mais tempo do funcionário até que a leitura seja feita com sucesso.

Ponto online

Essa opção é a mais moderna e permite o controle de ponto informatizado a partir de qualquer lugar. 

É uma excelente ferramenta para quem precisa fazer o controle de jornada de equipe externa, pois possibilita que os funcionários efetuem o registro do ponto a partir de qualquer dispositivo, como um computador ou celular. 

Esse tipo de sistema também tem a vantagem que os próprios funcionários podem monitorar suas jornadas. Assim, é possível que o trabalhador acompanhe seu banco de horas, evitando prejuízos para si e para a empresa.

Sistema de controle da jornada de trabalho

Vimos que um sistema de controle de ponto eficiente é muito importante para qualquer empresa. Quando o negócio conta com funcionários que exercem suas funções fora da sede, é ainda mais necessário realizar uma boa gestão de equipes. 

O controle de jornada de equipe externa e o fortalecimento da comunicação e dos processos da empresa são vitais nesse processo.

O sucesso das empresas está relacionado com a produtividade dos seus funcionários. Logo, para que haja eficiência na rotina são necessários processos específicos para esse formato.

Para auxiliar as empresas com a gestão de equipes externas e sua excelência, a uMov.me preparou um material sobre os desafios desse tipo de processo e possíveis soluções. 

Separamos, ainda, uma lista com cinco aplicativos que auxiliam a melhorar a gestão e os processos de equipes que trabalham remotamente.

Tenho equipe externa, preciso controlar a jornada?

O controle da jornada de trabalho é um elemento importante dentro de empresas de qualquer segmento. No caso dos negócios que contam com equipes externas não é diferente.

Muitas empresas que têm funcionários trabalhando na rua perdem em produtividade e em oportunidades por problemas no controle de ponto. Isso inclui, por exemplo, os desafios de monitorar motoristas no segmento de logística.

Grande parte dessa dificuldade ocorre por esses funcionários estarem longe do gestor. Tal fato é um dificultador para se ter informações assertivas sobre a quantidade de horas exatas que o funcionário esteve em serviço, qual a sua rota, entre outros.

Muitas empresas ainda adotam métodos tradicionais como fichas, tabelas e diários de bordo para controlar a jornada dos motoristas

No entanto, essas opções apresentam falhas como a falta de segurança logística e potenciais problemas jurídicos, caso os documentos sejam perdidos ou extraviados. 

Existem no mercado soluções mais eficientes para monitorar o ponto das equipes externas, como é o caso dos aplicativos.

A seguir explicamos como essas soluções podem contribuir com o controle de ponto!

Como um aplicativo pode ajudar no controle de jornada da equipe externa?

Assim como no exemplo acima falamos da gestão dos motoristas, um aplicativo com a funcionalidade de controle de ponto pode auxiliar também na gestão de outras profissões, como promotores, técnicos e vendedores externos.

Atualmente é possível ter um controle confiável da jornada de trabalho de equipe externa feito por um sistema eficiente e que ajuda a manter a transparência do negócio. Um aplicativo completo, como os que são desenvolvidos pela uMov.me integra tudo o que o gestor de equipe externa precisa: facilitando o acompanhamento da jornada.

Quer entender melhor? Vamos aos exemplos:

No caso do  Aplicativo de Logística é possível saber que horas o motorista iniciou a jornada, onde ele estava e também os horários de cada parada. Além, é claro, de contar com outras funcionalidades como a roteirização inteligente e gestão de canhotos.

Já no caso do Aplicativo de Ordem de Serviço, o gestor da equipe pode ter acesso ao controle de ponto de seus técnicos e também distribuir as tarefas de maneira automática.

Seguindo os exemplos, o Aplicativo de Força de Vendas da uMov.me permite que o vendedor externo acesse o catálogo digital da empresa e registre o início e fim da sua jornada no mesmo sistema. Incrível, não?

Ainda, se tratando do Aplicativo de Trade Marketing, ele possui funcionalidades como a coleta de dados no PDV, checkin e checkout no PDV, pesquisa de humor, além da funcionalidade do controle de ponto.

Ou seja, um só aplicativo torna os processos mais otimizados para o gestor da equipe, os funcionários que o utilizarão, o setor financeiro e para o RH.

Portanto, ter as melhores ferramentas ao seu lado faz a diferença em todos os aspectos, pois garante mais produtivos no negócio. 

Considerações sobre controle de ponto

Seja para atuar de acordo com a lei trabalhista ou para otimizar os processos internos da empresa, o controle da jornada de trabalho da equipe é de fundamental importância para a boa gestão de um negócio. 

Com as inovações tecnológicas oferecidas pela uMov.me, é mais simples e prático fazer o controle de ponto dos funcionários, sem precisar de papel ou crachá. 

A partir de aplicativos customizados para cada negócio, os gestores podem gerenciar tanto o trabalho das equipes internas quanto externas.

Com a uMov.me, as empresas têm segurança e controle na palma da mão!

Aplicativos uMov.me - Agendar demonstração

Cases

Santa Clara economiza e agiliza transporte de leite com aplicativo de logística

Redução de custos e otimização do tempo. Duas soluções que praticamente qu...

Cases

Mix Montagens aumenta em 30% o faturamento com aplicativo para montagem de móveis

Quando o volume de agendamentos de montagens começou a crescer, a Mix Montagens...

FALE COM UM ESPECIALISTA

Conheça os potenciais da plataforma para a sua empresa.

QUASE LÁ!

Preencha os dados abaixo para garantir sua demonstração gratuita.