Entenda o que é share de gôndola e como calculá-lo

Share de gôndola
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

Você já ouviu a expressão “share de gôndola”? Leia o artigo e descubra como calcular a porcentagem de gôndola para tornar o ponto de venda mais eficiente!

Para quem trabalha com trade marketing, ter controle do que ocorre nas operações é muito importante. Portanto, a exibição e organização dos produtos nos pontos de vendas é um ponto que merece atenção.

Hoje, vamos te ajudar a entender melhor o que é share de gôndola e como calculá-lo corretamente para otimizar as vendas.

O que é share de gôndola?

O share de gôndola é uma métrica de trade marketing que diz respeito ao shelf space ou espaço nas prateleiras destinado a exposição de produtos. Embora “share” venha de “compartilhar” em inglês, a expressão tem mais o significado de “porcentagem de gôndola”.

A ideia é estimular o consumidor a adquirir as mercadorias garantindo a melhor experiência possível com o ponto de venda.

Com o cálculo adequado do share de gôndola, é possível escolher os melhores investimentos para uma estratégia de vendas assertiva.

Share de gôndola x Market share

É vital não confundir share de gôndola com market share.

O market share diz respeito à participação da marca no mercado consumidor. Em outras palavras, é referente à quota ou parte que a marca domina em seu segmento, ou seja, o share de mercado.

Podemos usar o desempenho de marcas de smartphones no Brasil como exemplo. Segundo dados coletados pelo StatCounter, a Samsung tem market share de 44.62% no segmento, enquanto a Motorola tem 21.83%. Em terceiro lugar vem a Apple, com 13.49%.

Enquanto isso, a métrica relacionada ao share de gôndola tem o objetivo de informar se o que foi acordado está em execução no PVD.

Apesar das expressões serem semelhantes, ambas não estão relacionadas. Afinal, o share de gôndola mede a execução e performance nos pontos de venda, enquanto o market share mede a participação da marca ou produto no mercado.

Como o PDV influencia no share de gôndola e vice-versa

No mundo do trade marketing, nada é aleatório, tudo deve ser pensado e bem estruturado. No PVD, isso significa distribuir os produtos de maneira estratégica nas prateleiras.

Cada público e cada local tem suas particularidades, mas sempre é possível planejar o layout tendo em mente a melhor organização, que seja mais atrativa para o cliente e contando com um bom sortimento de produtos.

É importante, por exemplo, contar com áreas livres – ou pontos negativos, mesmo que o local seja pequeno. Embora expor o maior número de produtos possa parecer uma boa ideia, dificultar a passagem das pessoas e colocar informações demais diante de seus olhos é um empecilho para as vendas.

Também há pontos que chamam mais a atenção do cliente. A proximidade de produtos também pode incentivar a compra quando eles se relacionam entre si por contexto. Como, por exemplo, colocar molhos próximos das massas e chocolates próximos aos salgadinhos em um mercado.

O bom funcionamento (ou não) das estratégias escolhidas é o que será medido pelo share de gôndola. Os resultados desse cálculo são importantes para otimizar as estratégias de marketing e aumentar o faturamento do negócio.

Isso pode envolver uma disposição diferente para os produtos ou até a colocação de outros elementos como banners. Quando bem utilizados, podem chamar a atenção do cliente para um determinado produto ou informação.

A ruptura pode interferir no seu share gôndola!

É preciso ter cuidado com a ausência de produtos em exposição. A ruptura pode decorrer da falta de controle no abastecimento, depósitos mal organizados e, até mesmo, má execução da estratégia pelos promotores. 

A ruptura é um dos principais responsáveis pela queda nas vendas. Em qualquer negócio, seja grande ou pequeno, é preciso cuidar para que as prateleiras estejam sempre abastecidas.

Para isso, é preciso contar com uma boa estratégia de trade marketing e uma gestão de promotores eficiente para evitar a falta de um produto. Assim, é possível realizar a reposição de produtos nas prateleiras de forma rápida e eficiente.

Veja os tipos mais comuns de ruptura no PDV e como evitar!

Como calcular o share de gôndola

Para calcular o share de gôndola, é preciso conhecer o contexto total da categoria na qual esses produtos estarão inseridos. Ou seja, fazer a medição correta dos espaços para futuramente calcular de forma correta os espaços lineares e as frentes (ou facing).

A medição dos espaços é chamada de “universo da categoria”. O cálculo é o seguinte:

Universo total da categoria = como calcular share de gôndola

Universo total da categoria = Largura de uma frente x quantidade de prateleiras disponíveis para a categoria

Assim é possível saber, por exemplo, quantas caixas de cereal de cada marca podem ser colocadas na prateleira de forma organizada e com boa visibilidade.

Após chegar ao valor do universo de prateleiras, pode-se comparar a quantidade total dessas frentes com as de nosso produto neste ponto de venda. Ou seja, a metragem de frentes que o produto ocupa na prateleira.

A porcentagem da gôndola ou share da gôndola é a razão desses dois números.

Como calcular share de gôndola

Share de gôndola = (prateleiras ocupadas do produto/universo total da categoria) x 100

Há um percentual ideal de shelf space?

No trade marketing, não existe fórmula mágica. Toda estratégia de vendas depende de coletar dados e avaliar os efeitos de cada decisão sobre o consumidor.

Afinal, empresas de diferentes tamanhos, regiões e com quantidades diversas de produtos podem variar quanto ao seu share de gôndola.

Mas, independentemente da empresa, é sempre possível destacar os produtos em exposição nas prateleiras. E uma ótima forma para dar início a esse processo é entender quanto vale a metragem ocupada pelos produtos em cada PVD.

Mais share de gôndola mais venda?

Um share de gôndola alto não necessariamente significa mais venda.

Embora a métrica seja útil para a tomada de decisões, diferentes empresas têm diferentes métodos para organizar o ponto de venda. Como pela estética dos produtos, por exemplo, sem considerar dados de vendas e rotatividade.

Porém, alguns dos melhores desempenhos de PDV estão atrelados a ideia de share de gôndola. Assim, é importante conhecer essa e outras técnicas de merchandising que podem ser úteis ao negócio.

Dicas para um share mais eficiente

Calcular o share de gôndola é um bom método para basear as decisões em dados no varejo. Assim, é possível medir os resultados e fazer alterações caso necessário de forma mais assertiva do que se somente guiando-se pelo feeling.

Veja algumas dicas para tornar o share de gôndola mais eficiente:

Medição

Quando falamos em medir os espaços não estamos falando de “eu acho que cabem vinte condicionadores na prateleira”. Faça medições precisas para obter resultados precisos.

É preciso fazê-la por categoria e por PDV de todos os produtos que precisam ser avaliados. Para isso, basta comparar a quantidade total de frentes da categoria do PDV (concorrentes) com a quantidade total de frentes do seu produto naquele mesmo PDV.

Ou seja, é uma regra de três simples que te dará como resultado a porcentagem do seu domínio naquelas prateleiras.

Oportunidades

Não se acomode! É importante sempre analisar as possibilidades de conseguir mais frentes e ter um melhor desempenho nas vendas.

Isso vai ficar mais fácil agora que você sabe qual é o espaço dos seus produtos, em diferentes categorias e PVDs. Agora é hora de analisar quais as possibilidades existem para aumentar essa porcentagem e, consequentemente, conquistar mais frentes.

Além disso, certifique-se de que as novas formas de distribuição dos produtos estejam sendo aplicadas de forma correta e em uma loja com potencial verdadeiro de aumentar as vendas.

Tecnologia

Aplicativo template Trade MarketingHoje há tecnologias especializadas em trade marketing prontas para te ajudar em situações como o cálculo de share de gôndola, entre outras funcionalidades.

Uma dessas opções tecnológicas é o aplicativo da uMov.me, que também pode ajudar a otimizar a rotina da equipe e do negócio de forma geral.

Cini Refrigerantes aumenta em 40% a produtividade com aplicativo da uMov.me

Quem já está utilizando a tecnologia para melhorar suas estratégias e resultados com trade marketing é a Cini Refrigerantes, que aumentou em 40% a produtividade com o aplicativo da uMov.me.

A empresa que atua no ramo de fabricação de bebidas desde 1904, se aliou à tecnologia para utilizá-la em favor das suas operações de trade marketing.

Com o aplicativo especializado da uMov.me, foi possível dar mais autonomia para as equipes de promotores, tornando seus processos mais efetivos tanto em campo, quanto para gestores.

O aplicativo de trade marketing ainda ajudou a organizar as demandas diárias da equipe, mantendo uma comunicação bilateral entre gestor e funcionário e facilitando a coleta de dados em campo.

Funcionalidades do aplicativo de trade marketing

Também é possível melhorar a produtividade da sua empresa com o aplicativo de trade marketing da uMov.me! Veja como:

Painel do promotor: Visualize resultados e realize pesquisas de humor diariamente, além de enviar feedbacks para os gestores e solicitar o pré-agendamento das férias.

Jornada do promotor: Tenha dados da jornada de cada promotor como horários de início e final de trabalho. Acompanhe as paradas e controle despesas e reembolsos com mais eficiência.

Roteirizador: As rotas são criadas com base no menor tempo ou distância, além de considerar janelas e restrições de atendimento. Faça rotas otimizadas, melhore a produtividade e reduza custos.

Check-in e Check-out: Informações mais precisas das atividades no PDV. O promotor registra informações como foto da fachada, início e fim da execução. Já o gestor consegue visualizar, através da geolocalização, os pontos de vendas através de mapas em tempo real.

Acesso online e offline: O aplicativo de logística da uMov.me funciona offline, ou seja, mesmo sem sinal. Quando há sinal, os dados são enviados à nuvem e permanecem salvos e seguros.

Automatização das atividades do promotor: Tenha fluxos que automatizam a coleta de dados e aumentam a assertividade das tarefas exercidas, como: preços e frentes, reposição e estoque, mensuração de share por produto ou marca, comprovação por imagem de antes e depois do promotor no pdv, coleta de CNPJ da loja, controle de ruptura, vencimento de produtos, ponto extra e aplicação de MPDV.

Agende uma demonstração e conheça essas e outras funcionalidades do aplicativo de trade marketing na prática!

Considerações sobre share de gôndola

A relação é simples, bem sabemos que o posicionamento dos produtos tem relação com o desempenho das vendas. Então, fica clara a necessidade de adotar estratégias específicas para encontrar este desejado melhor posicionamento, que levará à visibilidade, diferenciação e maximização das vendas.

Ações de trade marketing cada vez mais assertivas, como esta do share de gôndola, estão tornando o mercado mais competitivo, logo é preciso estar antenado às novas e melhores estratégias para também tornar as suas operações mais competitivas.

E, claro, utilizar as tecnologias especializadas que tornam os processos mais efetivos e otimizados.

Entenda o que é share de gôndola e como calculá-lo 1

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

confira mais conteúdos!

vamos conversar?

Preencha os dados abaixo e entenda os benefícios de um aplicativo customizado para seu negócio.

grarfismo_home