Como criar aplicativos corporativos que os colaboradores gostarão de usar?

O valor que aplicativos corporativos pode trazer para uma empresa é inegável. Uma comunicação mais rápida, maior colaboração entre as áreas e acesso instantâneo aos dados, tudo isso a qualquer tempo e onde quer que os empregados estejam. Esses são apenas alguns dos benefícios.

Ao contratar uma empresa parceira e especializada que consiga criar o aplicativo, é preciso se atentar à questão: como envolver os colaboradores no uso dessa ferramenta? A empresa precisará conhecer a organização para que o aplicativo atenda às necessidades e expectativas do solicitante.

Saiba como criar aplicativos corporativos eficientes

Como a demanda interna de aplicativos corporativos aumenta, a pressão para entregar rapidamente pode forçar os desenvolvedores a tomarem atalhos que comprometam a experiência do usuário.

O problema é que os funcionários têm uma expectativa de que seus aplicativos relacionados com o trabalho irão oferecer uma experiência ótima, igual aos aplicativos que já usam em casa, para o seu lazer e entretenimento.

Com essa expectativa, vem essa percepção: se um aplicativo é ruim, os funcionários simplesmente não vão usá-los.

Por isso, para criar um aplicativo corporativo de sucesso, recomenda-se seguir 4 passos:

Crie um aplicativo com propósito

O desenvolvimento de grandes aplicativos móveis corporativos exige orquestração e alinhamento entre as diferentes equipes, sistemas e partes interessadas. Portanto, é crucial lançar um projeto com uma estratégia bem definida.

Todos os envolvidos devem estar em harmonia com o que o app de primeira geração será, inclusive, para perceber como ele se encaixará na estratégia global de sua empresa e o roteiro ideal, bem como quais as métricas de desempenho que precisam ser atendidas para ser considerado um sucesso.

Deixe o trabalho mais eficiente

É vital que o app atenda um problema claramente definido no mundo real que seus funcionários venham apresentando dificuldades. Um aplicativo só vai valer a pena se resolver o problema para os seus funcionários, permitindo-lhes executar suas tarefas primárias de forma mais produtiva ou tornar o seu trabalho mais eficiente, como um app de força de vendas, ordens de serviço, logística e trade marketing.

Aliás, evite a criação de um aplicativo que tente resolver tantos problemas ao mesmo tempo sem ao menos cumprir as premissas básicas de uma tarefa com eficiência.

Foque na experiência do usuário

O aplicativo corporativo tem que ser intuitivo e eficiente para ser utilizado. Ele deve atender às expectativas dos funcionários e entregar as informações e as experiências mais relevantes de forma rápida e fácil. Para isso, necessita-se que a empresa conheça a marca para a qual está desenvolvendo o app, seus objetivos e seus valores para que sejam reconhecidos no aplicativo.

Não só isso, mas ao conhecer a empresa, você consegue descobrir mais sobre a sua audiência e acerca do que ela espera de você.

A interação é um aspecto importante a ser trabalhado e deve chamar a atenção do usuário, garantindo o seu entendimento para cada função, por exemplo.

Crie um círculo virtuoso para o aplicativo corporativo

Você precisa de um plano para manter os usuários continuamente envolvidos e para manter e melhorar o aplicativo ao longo do tempo. Dispositivos e sistemas operacionais estão sempre mudando, e o mesmo vale para sistemas de dados ao qual um aplicativo se conecta a empresa.

Quando for criar o aplicativo corporativo, compensa considerar qual sistema será utilizado, seja iOS ou Android, por exemplo. Por isso, é necessário realizar uma pesquisa ou observar se talvez será preciso investir em equipamentos individuais e corporativos para que a plataforma seja única, permitindo o acesso seguro e contínuo dos funcionários.

Você tem mais alguma dúvida de como criar aplicativos corporativos? Deixe seu comentário logo abaixo!