Cinco TI, Dinamize e uMov.me unificam festa de fim de ano e fortalecem ecossistema inovador

Dinamize, Cinco TI e uMov.me

A Cinco TI, Dinamize e a uMov.me se uniram para realizar o encerramento de ano em conjunto. O evento, mais do que celebrar um 2018 de grandes realizações, tem a intenção de criar uma sinergia ainda maior entre as 3 empresas e, por consequência, fortalecer cada vez mais o ecossistema de inovação.

O lugar escolhido para o evento? A uMov.me Arena, em Porto Alegre, um espaço criado para inovar e transformar negócios. Mais do que isso, ele serve para reunir pessoas de alto potencial para troca de conhecimento, experiências e criação de novos negócios.

A ideia surgiu, inicialmente, por iniciativa de Ramiro Martini, presidente da Cinco TI, como conta Carolina Branchi, Diretora de Integrações da Dinamize.

“O Ramiro entendeu, então, que essa aproximação seria extremamente positivo para as 3 empresas. Para a parte de integração de equipe é muito positivo. Quando se tem um evento maior, com mais pessoas interagindo, isso torna um momento mais divertido, muito mais positivo”, afirmou.

A ideia, segundo Ramiro, vai na contramão ao que muitas vezes vemos no dia a dia, com pessoas e entidades evitando diálogo e convergir umas com as outras.

“Vivemos em tempos de divisão e separação em vários aspectos. Nós acreditamos que os bons negócios são e serão cada vez mais feitos por um grupo de pessoas e empresas, de forma consistente e unida”, ressaltou.

Ecossistema mais forte: Cinco TI, Dinamize e uMov.me juntas

Fortalecer o ecossistema, gerar mais valor às pessoas e aos clientes. Essa é a visão de Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me, que entende que a conexão entre as Cinco TI, Dinamize e uMov.me é fundamental.

Mais do que isso. Para ele, estreitar a parceria tendo a festa de final de ano como um potencializador faz com que as pessoas se sintam muito mais à vontade para contribuírem com a transformação do meio como um todo.

“Para criarmos conexões de forma natural e intensa é preciso atuar na de cultura da companhia. É isto que estamos fazendo”, declarou.

“Fazendo o novo de forma alegre e aberta, acreditando que vivemos uma economia de abundância. E acreditando que vivendo nossas crenças podemos impactar de forma efetiva o ecossistema”, emendou.

Por conta disso, o desafio de unir as empresas e fazer algo de valor para todos foi algo que fez sentido por completo desde o início.

“A pergunta que nos fizemos é ‘por que não?’. E como não encontramos uma resposta forte para esta pergunta decidimos que deveríamos viver este nova experiência para poder aprender e compartilhar!”, comentou Trevisan.

Na mesma linha segue Carolina, que valoriza o contato com as pessoas como forma de gerar valor – tanto à elas, imediatamente, como para o mercado e os clientes com as parcerias estreitadas.

“Achamos esta oportunidade bacana de integrar as equipes, que são bem parecidas. Senti uma sinergia boa desde o começo”, afirmou.

“Oportunidade incrível para conhecer melhor as pessoas, que são o foco de todo e qualquer negócio. Mais do que isso, estamos valorizando todos que fazem os negócios acontecerem no dia a dia. Isso vale muito para todos nós”, complementou.

Valorizar as pessoas, este é o caminho

“Quando unimos 3 empresas em uma festa de fechamento de ano, estamos reforçando o recado de que juntos seremos sempre mais fortes”.

Com esta frase, Ramiro reforça o que as empresas têm como acreditação e aplicam no dia a dia. Valorizar as pessoas, colocá-las no centro das operações. Isso não só fortalece o ecossistema empreendedor como dá à todos a chance de mostrar o melhor de si.

“Nós queremos deixar uma semente do bem, tanto para o nosso time quanto para o mercado. Queremos que as instituições fiquem mais próximas. Queremos que as organizações do nosso Estado estejam mais interligadas”, afirmou.

“Assim, as pessoas serão decisivas para impactarem a sociedade, conseguindo gerar mais empregos e oportunidades. Queremos pessoas mais felizes e conectadas, em um mundo que exige que sejamos totalmente multifacetados”, emendou.

E isso começou já na organização do evento.

“O marketing das 3 empresas precisou trabalhar em conjunto para tirar tudo do papel. Legal, não é? Imaginamos um espaço onde todos possam trocar experiência e cases de sucesso, porque quando estamos de ouvidos atentos mais e mais oportunidades aparecem!”, disse Ramiro.

O discurso é replicado por Carolina que entende ser vital a valorização de quem faz os negócios acontecer no dia a dia: as pessoas.

“Isso aproxima pessoas e gera mais negócios. Mais do que isso, fortalece o ecossistema como um todo”, comentou, para, em seguida, emendar:

“Afinal, estamos gerando valor não só para os clientes por conta dos projetos, mas para as pessoas que fazem acontecer. Isso é fundamental”.

3 empresa, 1 propósito: a festa é apenas o começo

Unir pessoas e empresas com um mesmo ideal. Este é só o começo do que Cinco TI, Dinamize e uMov.me estão criando.

O espaço está escolhido, as pessoas também. E o entusiasmo de Ramiro vai ao encontro do que o ecossistema e a uMov.me Arena propiciam.

“Temos um novo Pacto Alegre chegando, juntando universidades, empresas, pessoas e o poder público. Como ficaríamos de fora dessa energia positiva? Vamos impulsionar o sentimento também!”, declarou.

Para Trevisan, os impactos ao ecossistema serão imensos e a festa é a o pontapé inicial perfeito.

“Para criarmos conexões de forma natural e intensa é preciso atuar na de cultura da companhia. É isto que estamos fazendo”, discorreu.

“Acredito que teremos muitos novos amigos! Novas conexões que nos ajudarão a nos desenvolver, desenvolver nossas empresas e, consequentemente, nosso ecossistema!”, emendou.

Inovação e impacto à sociedade. Com pessoas de alto valor, Carolina vê um 2019 de grandes realizações.

“Com certeza esse momento vai fazer todos nós termos uma parceria ainda mais forte, com muitos projetos para o ano que está por vir”, comentou.

“Quando conseguimos nos relacionar com as pessoas, isso torna todos os movimentos, as ações que iremos planejar, muito mais verdadeiras e conseguimos, assim, gerar valor integralmente”, finalizou.