Boxtop revoluciona processos, aumenta vendas e fideliza clientes por meio de aplicativo

Boxtop

A Boxtop, empresa de Rio Sul/SC, fundada em 2000, referência no setor de elevadores automotivos e especiais, viu que era hora de mudar. De revolucionar os seus processos e gerar cada vez mais valor aos clientes.

Desde abril de 2018, a empresa aderiu à transformação digital como forma de organizar seus processos internos, empoderar os técnicos e fidelizar os clientes por meio de um aplicativo de ordem de serviço.

A tomada de decisão, entende Gisele Vavassori, Assistente Administrativa da Boxtop, ocorreu no momento ideal em que empresa via algumas questões “ficarem pelo caminho” em relação à rotina de trabalho.

“Não tínhamos informações, tampouco provas do que os técnicos haviam feito. E temos uma quantidade enorme de contratos também. Essas coisas eram problemas para os gestores”, contou.

Com dados descentralizados, os times levavam muito mais tempo para dar atenção ao cliente e conseguir entregar com qualidade o que era pedido.

“Antes eram várias planilhas para poder registrar tudo. Agora, temos uma única plataforma onde é possível que os gestores realizem o monitoramento”, celebrou.

Mas, mais do que isso, a cultura da transformação foi algo natural dentro da empresa, essencial para os técnicos terem segurança e confiança para trabalharem.

“Hoje podemos dizer que o uso contínuo fez todos perceberem que não havia outro jeito melhor de trabalhar, se não com apps. Hoje, se o técnico percebe que uma O.S. que ele tem que atender não foi gerada para o APP ele já nos contata pedindo para colocar na plataforma as informações do que precisa ser feito”, revelou.

Processos organizados, colaboradores felizes e clientes satisfeitos: uma verdadeira transformação

A responsável pela implementação da solução uMov.me foi a Evne Aplicativos. E a demanda, segundo o CEO da empresa, Tarcisio Bonessi Junior, veio da necessidade de organizar os processos e refletir na entrega de valor para todos os clientes.

Por isso houve bastante cuidado ao implementar o app dentro da Boxtop.

“Havia muita informalidade. E aí, pense em colocar isso no papel e transferir para um app. O desenvolvimento disso mudou 4 vezes. Fazíamos de um jeito e, quando íamos a campo, era complexo ou vago demais”, contou.

O app, pensado inicialmente para manutenção, transformou-se durante o uso e tornou-se uma ferramenta imprescindível para os serviços prestados pela Boxtop.

“O primeiro objetivo foi para manutenção preventiva e corretiva e vistoria de obras. Conseguimos pegar um modelo e entendemos toda a demanda e o fluxo para colocar dentro do mobile de forma a não engessar o trabalho dos técnicos”, disse Tarcisio.

De um jeito ou de outro, o objetivo era dar a quem opera no dia a dia – os técnicos – mais segurança e confiança para trabalhar. E isso refletiu em resultados, como 2305 ordens de Serviço em assistência técnica e 209 em montagem de equipamentos de julho a dezembro de 2018.

“Priorizamos a autonomia do técnico. Em deixar ele seguro para trabalhar. Em ter segurança sobre o que é documentado. Até mesmo para que ele não seja responsabilizado por coisas que saiam do normal. Afinal, tudo fica registrado”, comentou.

E isso, claro, segundo Gisele, se refletiu na qualidade da entrega de maneira imediata, com 1.774 manutenções preventivas em um período de apenas seis meses.

“O aplicativo melhorou sensivelmente a nossa relação não só com os clientes mas também com os técnicos. Há uma confiabilidade mútua muito maior”, ressaltou.

“Afinal, é importante ter como comprovar o que é feito, a chegada ao cliente. O técnico tira as fotos que precisa, filma se necessário. É uma evolução enorme”, emendou.

CONTROLE DE TUDO O QUE É FEITO – E COMO É FEITO

Como conseguir consultar o que já foi feito, de forma rápida, para saber o histórico do cliente? Como controlar o que é feito e como é feito pelos técnicos?

Todas essas eram perguntas sem respostas que a Boxtop conseguiu solucionar por meio do app de OS.

“A questão do histórico é outro ponto em que o app trouxe ganho. Antes era preciso correr atrás de pastas e verificar o que já tinha ocorrido. Com o aplicativo temos filtros e todas as informações em um tempo incomparavelmente mais rápido”, disse Gisele.

“E outra. Fazíamos o controle apenas mensal. Até porque temos times de manutenção em todo o estado de SC e os relatórios de manutenção de algumas regiões muitas vezes eram recebidos uma única vez ao mês.. Sentíamos muitos problemas em ter essas informações tão demoradas”, complementou.

Exatamente sobre esse ponto, Tarcísio vê o maior ganho que a transformação digital trouxe à empresa.

“Não havia ferramenta de controle. O controle acontecia, na verdade, no final da semana ou do mês. E o relatório, que era digitado, ficava sujeito ao erro humano, podendo gerar um retrabalho posterior”, afirmou para, em seguida, emendar:

“A gestão tem, também, a informação de onde está o técnico, de como ele trabalha e de que forma é possível mensurar os trabalhos e os problemas recorrentes”.

A transformação digital potencializa os resultados na Boxtop

Mais orçamentos, mais entrega e, claro, maior faturamento. A Boxtop agilizou processos, se organizou e colhe os frutos da transformação digital dentro da empresa. Não à toa aumentou em 50% sua capacidade de atender contratos de manutenção preventiva com a mesma quantidade de técnicos existente hoje.

“Nós temos um número muito maior de orçamentos do que antes. Emitimos muito mais, fechamos mais negócios e faturamos mais. O app traz ganho para faturamento direto de vendas de peças e de serviços também”, disse Gisele.

E os bons resultados vão além dos que já eram esperados.

“Em pequenos detalhes já temos ganhos que antes sequer conseguíamos mensurar. São melhorias grandes, desde a redução do tempo de trabalho interno com tarefas burocráticas, até a duração para entregar os orçamentos pedidos pelos clientes”, revelou.

Por conta dos resultados da Boxtop, Tarcísio vê a mobilidade como caminho sem volta, especialmente para indústria.

“É muito importante realizar esse caminho para indústrias com tanto processo fora. Para quem produz bens patrimoniais, é também importante porque tudo o que acontece fora não é controlado efetivamente em tempo real”, disse.

“A transformação digital vem trazer controle para gestão em tempo real. E tem toda a questão da autonomia e empoderamento, com os profissionais sabendo que estão sendo acompanhados e que tudo fica devidamente registrado”, emendou.

Já Gisele vê os ganhos a nível técnico e também de gestão como fator preponderante para a mobilidade ser algo presente nas empresas – não à toa outras áreas da Boxtop serão impactadas com novos apps.

“São muitos ganhos para quem utiliza o aplicativo e também para os gestores que visualizam os resultados do mesmo. Nós estamos muito satisfeitos com o aplicativo, tanto pelo controle das tarefas quanto pelo retorno financeiro que este gera à empresa. É algo incomparável em relação a situação que tínhamos antes de implantar o APP.”, finalizou.