O impacto dos aplicativos no trabalho de pricing

PRICING

Um dos principais fatores que o cliente leva em consideração na hora de escolher um produto ou serviço é o preço proposto.

O contrário também é verdade, um produto muito barato pode gerar desconfiança sobre sua qualidade. Por esse motivo, é essencial que o pricing seja desenvolvido com estratégia e planejamento.

Pricing, dentro do marketing, não é somente a ação de definir valores aos produtos, mas também identificar e segmentar diferentes grupos de clientes, estabelecendo preços de acordo com esses grupos de clientes.

A proposta do pricing é flexibilizar a negociação dos setores de vendas, entregando preços diferentes pelo mesmo produto com foco em diferentes grupos de clientes, mas sem colocar em risco o lucro para a empresa.

Uma das principais ações que analistas de marketing vêm utilizando para a criação de estratégias de pricing são aplicativos e softwares focados na gestão do trade marketing.

Apps de trade marketing são usados na captação de dados no próprio Ponto de Venda. Dessa maneira, é possível desenvolver promoções para grupos segmentados de clientes.

Eles servem tanto para captar informações importantes sobre clientes como para criar ações em tempo real.

Leia esse outro texto do nosso blog e conheça 6 benefícios ao utilizar aplicativo em sua gestão de trade marketing.

Estratégias de pricing já são realizadas com base nas características de clientes e hábitos dos compradores usuais.

Neste texto, você verá como a tecnologia de aplicativos corporativos e a transformação digital estão auxiliando o trade marketing a atingir ótimos resultados, fornecendo dados e informações valiosas para a criação do pricing ideal, independentemente do segmento de mercado.

Boa leitura!

Você sabia que apps corporativos podem ajudar na sua estratégia de pricing?

A transformação digital está mudando a relação cliente/empresa. Essa transformação diz respeito à aplicação de softwares nos diversos processos de uma empresa.

Um dos principais objetivos de um negócio deve ser criar a melhor experiência possível para o cliente, enquanto ele ainda está no PDV (Ponto De Venda). Isso agiliza a decisão de compra, além de auxiliar na fidelização e captação de novos clientes.

O mesmo vale para usuários-colaboradores.

Apps capazes de recolher e apresentar dados precisos acerca do estoque, movimentação de caixa, gestão de equipes de vendas e até mesmo das características de compras do cliente, em tempo real, são importantes ferramentas da transformação digital.

Diferentes funcionalidades e aplicativos estão ganhando mais espaço no comércio, agregando mais valor ao trade marketing, auxiliando a construção de novas estratégias de pricing.

É essencial buscar melhores resultados quando o assunto é impactar positivamente o cliente. Obter dados precisos permite construir uma política de pricing ativa e que acompanhe o cliente.

Perante o cliente, uma estratégia sólida de pricing, gera valor de marca e, consequentemente, o aumento no faturamento.

Resultados positivos, além de trazer mais motivação às equipes de vendas, criam uma cultura de interesse do cliente ao entregar produtos de qualidade, com um preço que ele espera pagar e sem comprometer o faturamento do seu negócio.

O que um aplicativo precisa oferecer para o trabalho de pricing?

Antes de tudo, é preciso estabelecer padrões básicos das características que um aplicativo corporativo precisa apresentar.

É indispensável que um app ofereça soluções, e não ainda mais problemas.

Funcionalidades como velocidade de resposta, layout intuitivo e acessível, são básicas. As equipes de vendas e de marketing também serão usuárias, e sua experiência é importantíssima para o sucesso das estratégias de trade marketing e pricing.

Assim, um aplicativo deve oferecer todo o suporte para que os objetivos e metas traçadas sejam alcançadas.

Aplicativos com foco no PDV podem auxiliar os profissionais de trade marketing, oferecendo informações em tempo real do controle de estoque.

Exemplo disto é a performance do planejamento de pricing estabelecido, além de dados de pesquisa com o shopper no ponto de venda.

Importância da centralização das informações

Além dos benefícios acima, a adoção de um sistema automatizado, com foco no trade marketing, permite que informações preciosas não se percam dentro de inúmeras planilhas e notas em diferentes locais.

Como já dissemos, apps e softwares com foco no gerenciamento de dados e processos no PDV podem transmitir dados e estatísticas dos produtos e clientes em tempo real. Tudo isso pode ser acessado em um único local, em uma única interface.

O objetivo é acelerar o processo de criação e desenvolvimento de novas estratégias de pricing, de modo muito mais dinâmico e efetivo. Acesse o nosso e-book sobre Mobilidade Aliada ao Business Intelligence (BI) e saiba mais!

O Pricing e o Last Mile Marketing

Toda estratégia de pricing deve levar em consideração o momento final da compra. Afinal, de nada adianta um preço mais baixo que a concorrência – sem colocar o faturamento em risco – se o comprador final não fizer o que se espera dele: COMPRAR.

Isso é o last mile. É o último passo na decisão do comprador. A jornada de compra leva em consideração inúmeros momentos.

Mas é quando o cliente decide sair e comprar algo, até quando a compra é enfim realizada, que se dá o last mile.

76% das decisões de compra ocorrem no ponto de venda. E é em busca de bons resultados nesse local que o last mile marketing desenvolve estratégias, entre elas o pricing.

Como já dissemos, uma estratégia de pricing eficiente precisa entender o consumidor, saber aquilo que o leva a decidir por um produto em detrimento de outro, ali no PDV, no momento da compra.

Aplicar tecnologia na captação de dados e informações nesses momentos tem sido uma ótima maneira de enriquecer ainda mais a pesquisa no last mile.

Gerentes e gestores se beneficiam de apps específicos de trade marketing que monitoram o comportamento do cliente final.

Eles são capazes de entregar relatórios e dados importantíssimos para estratégias de pricing e last mile eficientes.

Boas práticas em trade marketing

A todo instante a concorrência avança buscando novos mercados e oportunidades. Com a transformação digital, estar preparado e à sua frente, é indispensável.

Adotar e observar as estratégias de trade marketing em seu negócio pode ser um ótimo ponto de partida. Utilizar tecnologia no PDV para novos formatos de pricing, atingindo exatamente o cliente no lugar certo, é uma excelente aplicação.

A partir do trade marketing, você poderá realizar ótimas ações junto à sua equipe de vendas, refletindo diretamente na satisfação do seu cliente e no sucesso de vendas do seu produto.

A uMov.me criou um infográfico com As Boas Práticas do Trade Marketing. Nele, você terá acesso a dicas excelentes de como adotar o trade marketing e desenvolver suas próprias estratégias no próprio ponto de venda. Clique aqui e baixe gratuitamente!