Tipos de comissão de vendas: como um aplicativo para vendedores ajuda

A comissão de vendas é um dos maiores atrativos para as empresas recrutarem e reterem os melhores profissionais do mercado. Confira a seguir os principais tipos, conceitos e como os aplicativos podem ajudar.

Por meio da bonificação, a comissão de vendas promove melhores desempenhos individuais e em equipe. Consequentemente, o faturamento da empresa aumenta.

Contudo, ainda há diversas dúvidas dos gestores envolvendo as possibilidades de comissão de vendas. Isso ocorre porque além de afetar os lucros, a retenção de talentos também é impactada.

Nesse cenário, os aplicativos para vendedores são um dos recursos mais procurados tanto para agilizar os cálculos das comissões quanto para conferir mais transparência à gestão de equipes comerciais.

Quer saber como combinar essas duas ferramentas e ter uma equipe motivada e em alta performance? 

Então  confira o conteúdo a seguir, que vai te ajudar a extrair o melhor resultado dos times!

Conceito de comissão de vendas

A ”comissão de vendas” trata-se da  compensação que o vendedor recebe ao fazer uma venda. Geralmente, é atrelada a um percentual do valor final do pedido ou ao alcance de uma meta comercial.

A bonificação, por sua vez, trata-se  de um valor extra que o profissional recebe mediante o cumprimento das metas da empresa

Podem ser trabalhados valores fixos ou percentuais. Assim como, a metodologia de remuneração pode ser aplicada aos demais profissionais da empresa, uma vez que as metas não precisam ser somente atreladas às vendas.

O grande diferencial da bonificação em relação à comissão, é que se o profissional não atingir a meta, não recebe. Já na comissão, independente do valor vendido, o profissional ganhará seu percentual conforme a regra da empresa.

Não existe uma pré-definição da meta mais ou menos eficiente para resultados comerciais. Tudo dependerá da cultura, do segmento e do perfil dos profissionais da sua empresa. 

Principais tipos de comissão de vendas

Agora, vamos conhecer os 5 principais tipos de comissão de vendas existentes nas empresas.

Embora o comissionamento por vendas, primeiro dos tópicos listados abaixo, seja o mais utilizado devido à facilidade da aplicação, existem outros diferentes métodos que podem se adequar melhor às especificidades do negócio. 

Confira na sequência!

1) Comissionamento por vendas

Esse tipo se caracteriza pela aplicação de um valor percentual fixo sobre valor total da venda individual de cada profissional. 

Por exemplo: em uma venda de  R$ 10.000 com 5% de comissão, o vendedor receberá R$500, independente da quantidade de outras vendas que já tenha feito ou não.

2) Comissionamento por faturamento

Neste caso, as comissões de venda são pagas conforme o faturamento completo da empresa, ou seja, valor total arrecadado.

Em geral, o time todo recebe a mesma comissão pela performance conjunta. Por isso, essa metodologia incentiva a cooperação mútua e o trabalho em equipe. 

Outro método muito utilizado é a delimitação de critérios para o pagamento de comissão de vendas de acordo com a faixa de faturamento. 

Dessa forma, as empresas garantem mais equilíbrio financeiro aos negócios, mesmo quando há oscilações mercadológicas e sazonais.  

3) Comissionamento por recebimento (adimplência)

Por essa metodologia de comissão de vendas, o vendedor é comissionado mediante o recebimento e a adimplência do cliente e não mediante o valor total da venda. 

É mais utilizado por empresas com negócios recorrentes ou com vendas parceladas de alto valor.

Assim, para ser bem remunerado, o vendedor precisa qualificar bem seu cliente, se empenhando mais na busca pelos bons pagadores. 

Além disso, também precisará focar em manter um bom relacionamento com o cliente no pós-venda. O objetivo dessa estratégia é identificar e tratar previamente problemas que possam resultar em um cancelamento do serviço

4) Comissionamento por margem de lucro

Nos tipos de comissão de vendas também temos a aplicação de um percentual de comissão de vendas somente sobre a margem de lucro. 

É possível trabalhar com aplicação nas vendas individuais de cada vendedor, no resultado de cada time de vendas separadamente. Bem como, expandir este benefício para todos os colaboradores, considerando o lucro global da empresa. 

Embora a metodologia seja simples de entender e muito vantajosa para a empresa, sua utilização tende a ser polêmica. Primeiro, porque a remuneração do profissional vai depender não apenas do seu esforço pessoal, mas também dos custos da empresa. 

E, muitas vezes, como vendedor ele não possui muito poder de ação na redução de custos.  Em segundo lugar, muitas empresas consideram fator de risco expor sua margem de lucro à equipe, pois é uma informação muito sensível do seu negócio. 

Então, este método de comissionamento acaba sendo direcionado somente a cargos de alta gestão, como gerentes e diretores. 

Vendas B2B: o que são, perspectivas e como fazer

5) Comissionamento escalonado

Neste tipo, o valor da comissão depende da capacidade do vendedor de atingir as metas de venda estabelecidas pela empresa.

Isso significa que quanto mais próximo da meta ele chegar, maior será o valor da comissão. Por isso, o objetivo é não apenas premiar aqueles que conseguem alcançar 100% da meta, mas também reconhecer e incentivar os esforços de quem está quase chegando lá.

Por exemplo, se um vendedor cumprir a meta entre 81% e 99%, ele pode receber até 85% da comissão. E se cumprir a meta ou superá-la, o valor da comissão pode ser superior ao estabelecido.

Porque adotar a comissão de vendas?

A remuneração com comissão para vendedores é utilizada como benefício e incentivo pela maioria das empresas que têm equipes focadas em prospecção de vendas. 

Por isso, chega a ser considerada como uma estratégia cultural nos setores de vendas voltados para alta performance. 

Isso porque, quando um vendedor é remunerado com comissão, há o aumento natural da sua produtividade, pois sua remuneração irá oscilar junto com a lucratividade da empresa.

Dessa forma, a empresa consegue oferecer boa remuneração com menor risco. 

Quando as vendas são boas, os vendedores ganham bem junto com a empresa. Quando as vendas são ruins, a empresa paga os salários-base e a comissão proporcional, com menor custo fixo e menos riscos de prejuízo.

Para muitos profissionais de vendas trabalhar com comissionamento traz o sentimento de reconhecimento pelo seu esforço individual, possibilitando uma alta remuneração, dificilmente conquistada em outros setores. 

Perfil DISC para vendas: como utilizar de forma eficaz

Além disso, a comissão de vendas pode agir também como  recompensa  motivadora do desenvolvimento profissional. 

Ao perceber que quanto mais aprende, melhor vende, o profissional naturalmente passa a investir mais em conhecimento e especialização técnica, o que é muito benéfico para o  negócio. 

Quanto mais capacitado é o profissional, melhor o cliente é atendido, a fidelidade aumenta e a lucratividade também. 

E no contexto atual de digitalização, também é importante se atentar às novas demandas dos vendedores e dos clientes. Quer saber como dominar a venda online? Assista ao webinar abaixo:

Principais conflitos relacionados à comissão de vendas

Embora a lógica de remuneração pareça simples, em muitos casos ela causa bastante polêmica. Principalmente, em empresas cuja comunicação entre gestores e vendedores é ineficiente. 

Nesses casos, é muito comum faltar transparência. Assim, o vendedor fica imaginando que receberá uma determinada comissão e, ao chegar no dia do seu pagamento, será surpreendido por um valor menor. 

As causas desse tipo de conflito podem ser diversas. Desde clientes cujo crédito não foi aprovado para compras à prazo, a casos de devoluções e até mesmo falta de produto para atender ao cliente.

Nessas situações, a comissão de vendas, que serve como um incentivo monetário para o profissional, passa a ser fonte de mal estar no time e até mesmo desconfiança dos colaboradores. 

Esses aspectos prejudicam bastante o clima interno e até a reputação da empresa, tornando mais difícil a gestão e as demais atividades envolvidas.

Guia rápido: Como gerir o dia a dia da equipes de vendas!

Como aplicativos para vendedores contribuem para a gestão dos tipos de comissão de vendas

Os aplicativos para vendedores trazem diversas vantagens para a gestão dos times comerciais. Algumas delas são: agilizar as rotas de visitas, facilitar a comunicação com o time e acelerar a entrega de pedidos.

Mas, além disso, os aplicativos para vendedores também funcionam como um arsenal de consultas para o vendedor. 

Utilizando um aplicativo bem estruturado e multifuncional, ele ganha mais autonomia e agilidade, sem precisar demandar do tempo do seu gestor ou de colegas de trabalho para buscar informações relevantes para o seu dia a dia.

Confira as principais vantagens da utilização de um aplicativo de Força de Vendas para o dia a dia de um vendedor:  

  • Atualizar suas vendas no sistema em tempo real;
  • Consultar catálogos e preços de produtos com atualização em tempo real;
  • Consultar o estoque, para fechar vendas grandes em tempo real;
  • Consultar informações técnicas dos produtos em tempo real; e,
  • Consultar a sua comissão de vendas, em tempo real.

Ou seja, a simples disponibilização dessas informações em tempo real, tem potencial de garantir mais produtividade e transparência ao dia a dia de trabalho. 

Assim como, geram economia de tempo e evitam desgastes por transmissão de informações  equivocadas.

Vamos a um exemplo prático! 

Imagine a seguinte situação: um vendedor solicitou ao seu gestor qual o valor que já acumulou em comissões até o momento. E, devido à correria do dia a dia, o gestor consultou a informação na planilha errada. 

Ao descobrir que o valor real é diferente do informado, o vendedor pode se sentir enganado, quando o que houve foi apenas uma falha operacional humana. 

Sendo assim, oferecer ao vendedor recursos que permitam a ele buscar as informações sem intermediários, garante maior sensação de transparência e de pertencimento à empresa. E isso impacta em maior motivação e melhor performance a curto e longo prazo.

Benefícios do uso aplicativos para os gestores dos times de vendas

Além dos benefícios para o dia a dia do vendedor, há também valiosas vantagens no uso de aplicativos para a rotina dos gestores de times de vendas. 

Aplicativo de Força de VendasPor exemplo, não será mais necessário exportar ou importar planilhas, aplicar fórmulas ou fazer cálculos manuais. Em poucos cliques, o gestor consegue filtrar os dados que quer explorar e elaborar relatórios com gráficos didáticos e informações ricas. 

Conheça alguns dos principais recursos que auxiliam na gestão das equipes e na comissão de vendas:

  • Dados do pipeline atualizados em tempo real;
  • Gestão de valores de venda, metas e comissões, por vendedor e por equipe;
  • Número de novas oportunidades por vendedor;
  • Número de visitas individuais;
  • Taxa de ocorrência (quantidade de vendas feitas por visita);
  • Visitas não realizadas;
  • Status das atividades e tempo médio de atendimento; e,
  • Relatórios de ticket médio, churn rate e outros indicadores sob medida.

Considerações sobre comissão de vendas

Deixar de lado a comissão de vendas pode significar a perda de oportunidades importantes para o negócio. Em especial, quando nos referimos à motivação e desempenho dos funcionários, o que impacta diretamente o faturamento e a percepção dos clientes.

Nesse contexto, contar com um recurso tecnológico que possibilita mais agilidade, exatidão e transparência no relacionamento entre vendedores e a gestão é essencial.

E, combinando as vantagens aos vendedores e gestores que apresentamos, a um poderoso programa de comissionamento, certamente a empresa garantirá crescimento consistente

Se o uso de aplicativos para vendedores faz sentido na sua empresa, sobretudo como recurso para agilizar o dia a dia e trazer mais transparência ao sistema de comissão de vendas, aproveite para conhecer a uMov.me!

Somos uma plataforma de criação de aplicativos corporativos inspirados em cada negócio que vai revolucionar a gestão comercial em suas diferentes frentes e processos.

Agendar demonstração Aplicativo de Força de Vendas

* Texto publicado originalmente em 27 de maio de 2019 e atualizado em 22 de julho de 2022.

Destaques de Força de Vendas

Gestão de vendedores externos: como um aplicativo ajuda

A gestão de vendedores externos é um dos grandes desafios do mercado atual. O ...

Cases

Aplicativo de venda gera maior eficiência de equipe em campo

Vender mais e melhor utilizando a mobilidade – isso foi o que a CentralFoods b...

FALE COM UM ESPECIALISTA

Conheça os potenciais da plataforma para a sua empresa.

QUASE LÁ!

Preencha os dados abaixo para garantir sua demonstração gratuita.