uMov.me é citada na Pequenas Empresas Grandes Negócios

5 grandes empresas que investem em startups no Brasil

Somente no último ano, mais de R$ 1,7 bilhão foi injetado em startups brasileiras, segundo dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups). De acordo com a entidade, mais 90 startups receberam aporte no ano passado e, neste ano, outras 30 já captaram recursos. Figuras cada vez mais ativas neste cenário, as grandes empresas contribuíram com uma fatia importante do bolo.

Sempre de olho na possibilidade de trazer tecnologias de ponta para dentro de casa, por meio de aquisições, elas estão estruturando áreas dedicadas a investir em startups e fomentar a inovação no Brasil.

Conheça algumas das companhias que estão apostando forte nesta fórmula:

Intel
Por meio do tradicional braço de investimentos Intel Capital, que existe desde 1991, a fabricante de chips já investiu mais de US$ 10 bilhões em mais de 1,2 mil negócios em 54 diferentes países. Desde 2006, as startups brasileiras estão no radar da companhia, que fez aportes em mais de dez empresas locais. Entre os investimentos recentes, estão as startups WebRadar e Geofusion. Recentemente, a fabricante também anunciou sua primeira aquisição no país: a Profusion, startup focada em linguagem HTML5.

Telefonica
A gigante da telefonia, que no Brasil agora opera sob a bandeira Vivo, também investe em startups por meio de sua aceleradora Wayra. Atualmente, 11 startups participam da primeira turma de acelerados do programa no Brasil. A aceleradora está entre as nove selecionadas para operar o programa de startups do governo brasileiro, o Start-UP Brasil. Atualmente, a Wayra atua em 13 países da Europa e da América Latina e já apoiou mais de 200 negócios.

TOTVS & uMov.me
A desenvolvedora de software de gestão brasileira também não quis ficar de fora da brincadeira e criou a TOTVS Ventures, braço para investir em startups. Em seu primeiro negócio, o fundo injetou R$ 3,2 milhões na startup uMov.me, que oferece tecnologia de mobilidade na nuvem. Recentemente, a companhia lançou um concurso para startups que premiará o vencedor com um aporte de R$ 2 milhões e uma viagem ao Vale do Silício.

Buscapé
Por meio do concurso Sua ideia vale um milhão, a empresa de comparação de preços na internet investe em startups em troca de participação no negócio. Na primeira edição, em 2011, quatro empresas foram premiadas: Urbanizo, Meu Carrinho, HotMart e ResolvaMe. Em 2012, a grande vencedora foi a Cuponeria, que recebeu um aporte de R$ 300 mil por 30% do negócio.

Microsoft
A gigante do software também está atenta às startups brasileiras. Por meio da Microsoft Participações, sua holding de investimentos, a companhia vai administrar uma rede de aceleradoras chamada Acelera Brasil, que já tem operações previstas para Rio de Janeiro, Porto Alegre e Natal e pretende continuar crescendo. As aceleradoras também foram credenciadas para participar do Start-UP Brasil. A primeira turma, ainda em processo de aceleração, deve receber até R$ 1 milhão em investimentos, dividido entre até 15 startups ao longo de dois anos.

 

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios