uMov.me acelera startup de logística Onhere

A Onhere, startup de sistemas de logística que é uma spinoff da fabricante de sistemas de ERP Alltrade, está sendo apoiada pela uMov.me.

A empresa terá acesso gratuito a desenvolvimento de ferramentas mobile usando a plataforma da companhia.

A Onhere criou um sistema de gerenciamento de entregas focado em logística urbana, com aplicações na distribuição de publicações, produtos adquiridos via e-commerce e telentregas, por exemplo.

Segundo Alex Oliveira, um dos sócios da Alltrade, a novidade entrega funcionalidades tanto para quem envia como para quem está esperando a encomenda, estando entre elas o rastreamento contínuo do produto.

“Já temos o sistema operacional em um cliente. Ele roda na nuvem e está pronto para escalar”, explica Oliveira. A Alltrade tem 15 anos de mercado e atende 150 clientes, muitos dos quais podem ser clientes potenciais da nova empresa.

A Onhere é uma startup de logística que já recebeu um aporte de R$ 40 mil da aceleradora Ventiur e pode vir a receber mais no futuro do governo federal, uma vez que a Ventiur está entre as operadoras do programa Startup Brasil.

“Nossa ideia é que a medida que essas empresas cresçam elas se tornem grandes usuários do nosso produto”, explica Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me.

uMov.me além dos cases de logística

Hoje a ferramenta da uMov.me conta com 40 mil usuários ativos e 200 parceiros no Brasil e no exterior, em diversos segmentos além de logística. No início de 2013, a Totvs realizou um aporte de R$ 3,2 milhões para comprar 20% da uMov.me.

De acordo com Trevisan, a visão por trás da busca de startups como a Onhere é que os grandes players do futuro mercado de tecnologia móvel ainda estão desenvolvendo suas soluções.

O acordo com a startup de Logística Onhere foi fechado antes do lançamento oficial do Umov.me Labs, uma iniciativa de apoio a novas empresas criada pela Umov.me em parceria com as aceleradoras Estarte.Me e Wow, o uMov.me Labs.

Cinco selecionadas passarão por uma semana de imersão na uMov.me. O restante dos três meses de projeto será desenvolvido na Estarte.Me, com mentoria de ambas aceleradoras, além de acompanhamento técnico e de mercado semanal da empresa.

As startups receberão um investimento de R$ 30 mil reais e as aceleradoras terão direito a 15% do novo negócio criado.

Criada pelo empresário Mauricio Centeno, a Estarte.me é voltada para o mercado digital, com foco em iniciativas na área web, marketing online e games. Em janeiro, a aceleradora escolheu as primeiras quatro empresas, que receberiam até R$ 20 mil cada. Foram elas: Prematuridade.com, CodeFreelas, MindPills e Otus Game Studio. A Cur.to é outra startup acelerada pela Estarte.me.

Fonte: Baguete