5 principais desafios no desenvolvimento mobile e como vencê-los

desenvolvimento mobile

O mercado mobile cresce de uma maneira extraordinariamente veloz. Dispositivos móveis se tornaram uma extensão dos corpos das pessoas e isso se estende ao mundo corporativo. Com esse cenário, o desenvolvimento mobile se tornou um novo caminho para as empresas.

Apesar das telas serem menores do que as de computadores tradicionais, os desafios de se criar novos aplicativos não são — ao mesmo tempo, a concorrência aumentou drasticamente. A cada ano, mais dinheiro é injetado na área, o que é muito benéfico, mas traz consigo diversas novas responsabilidades.

Quem cria novas aplicações deve estar ciente das dificuldades que enfrentará. Então, veja agora 5 dos principais desafios encontrados quando se desenvolve um novo aplicativo.

Criar um aplicativo que tenha um diferencial

Esse é o principal desafio no desenvolvimento mobile. Com bilhões de usuários e milhões de aplicações nas lojas de aplicativos, fazer mais do mesmo dificilmente é o suficiente para atrair visibilidade.

Em todo segmento da tecnologia, já existe uma gama de apps que realizam as mais diversas funções. Encontrar algo novo para implantar e que resolva algum problema de qualquer natureza, é um tarefa extremamente difícil, porém necessária quando se busca sucesso.

Diversidade de sistemas operacionais e de dispositivos

Hoje são dois os sistemas operacionais que dominam o mercado, Android e iOS. Normalmente, as aplicações devem ser desenvolvidas para ambos e estes funcionam em dispositivos de diversos tamanhos e capacidades de hardware.

O passo inicial é escolher entre desenvolvimento nativo e desenvolvimento multiplataforma. Levando em consideração que o nativo precisará ser realizado duas vezes, enquanto o multiplataforma não consegue alcançar o nível de performance do primeiro.

A empresa deve definir quais características são prioridade no programa para, assim, seguir o melhor caminho.

Atualização dos padrões do desenvolvimento mobile

Constantemente, os sistemas operacionais são atualizados para novas versões e, com isso, têm seus padrões de design e formas de codificação alteradas.

Uma aplicação que é feita para um Android 6.0, por exemplo, pode ter seus comandos transformados em obsoletos quando lançadas novas versões do SO. Por isso, é importante que a empresa sempre esteja por dentro do que há de novo no universo mobile e construa planos para manter seu app funcionando em alta performance.

Gerenciamento de recursos limitados

Um smartphone tem uma arquitetura interna diferente de um computador pessoal. A quantidade de memória é muito menor, assim como o processamento e há ainda a grande vilã: a bateria. Esses são obstáculos encontrados por desenvolvedores do mundo todo.

No desenvolvimento mobile, cada nova funcionalidade deve ser planejada e testada rigorosamente para evitar que os problemas de desempenho sejam descobertos com o app já em produção.

Usuários cada vez mais exigentes

A concorrência leva a um determinado panorama, em que os usuários estão conhecendo cada vez mais esse novo universo e sendo mais exigentes com o que estão utilizando.

Novos modelos de smartphones são lançados, mais potentes e aguçando ainda mais o desejo das pessoas e empresas em ter algo 100% eficiente nas mãos. O que antes era novidade, agora se tornou obrigação das aplicações — e erros comuns na hora do uso já não são perdoados.

Esses são alguns dos desafios que você com certeza vai enfrentar quando resolver criar seu app. Para ter um suporte competente nessa tarefa, é altamente recomendado o uso de uma Plataforma MEAP, pois ela traz funcionalidades que facilitam planejamento e execução, tornando muito mais produtivo o desenvolvimento mobile.

E então, quer criar um novo aplicativo para sua empresa? Leia o artigo sobre a plataforma uMov.me e descubra as vantagens de sua utilização.

728x90